Sábado, Maio 27, 2017
pt-ptende
Inicio | Artes e Ofícios | João Lourenço

João Lourenço

O último latoeiro do algarve

João Lourenço, 77 anos, é o último latoeiro em atividade no Sul do país. O negócio já pouco ou nada rende, mas Ti João, como é conhecido, continua a trabalhar com a determinação que apresenta nas suas palavras: “Nasci em cima das latas e quero morrer agarrado a elas”, afirma com satisfação. Longe vão os tempos em que o ofício de latoeiro alimentava toda a família. A partir da década de 70 e 80, com o aparecimento do plástico e produtos derivados, tudo mudou. “Antes dava para todos, tinha cinco irmãos machos e eram todos latoeiros, tal como o meu pai. Vendíamos alguidares, regadores e cântaros para a água. Fazíamos uma feira e ganhávamos o suficiente para comprar material, ainda sobrava para a comida, agora não dá para nada”, lamenta, ao mesmo tempo que revela o descontentamento por ser o ultimo latoeiro na região. “Sinto-me aborrecido, já viu o que é não existir um latoeiro desde o Alentejo ao Algarve? O futuro do latoeiro está condenado, nenhum jovem quer aprender, tenho pena por deixarem morrer este ofício que é o verdadeiro artesanato porque tudo é feito à mão”, destaca. Apesar de algum desalento, Ti João continua com um brilho nos olhos de um jovem enquanto trabalha a lata e o zinco com as próprias mãos. “Agora faço os mercados e as feiras de artesanato, vendo um regador, um balde ou um alguidar de tempos em tempos”, refere, com alguma resignação, deixando um olhar sobre o futuro. “Desde pequenino que ando em cima das latas e vou trabalhar nisto até morrer. Quando eu partir vão ter de comprar material produzido no norte, possivelmente feito em fábricas e que não tem nada a ver com estes produtos”.

DSC01428

João Oliveira Lourenço
Rua Capitão Manuel Madeira Nobre, n.º 10
8700-090 Moncarapacho
Tel.: [+351] 927 645 742

Check Also

Joaquim Carneiro - mestre da terra

Uma vida com o mar no horizonte

O mestre de terra Joaquim Carneiro recebeu a ECO123 no armazém onde pratica a sua …

Deixar uma resposta