Quarta-feira, Junho 28, 2017
pt-ptende
Inicio | Portugal | Perfil (page 3)

Perfil

Lura, aprender naturalmente.

Lura com os burros

A poucos minutos de Faro encontra-se a ‘Lura’, uma quinta pedagógica criada sob o lema de “aprender naturalmente” e onde se promove a educação ambiental aliada ao conhecimento científico. A ECO123 falou com Sara Vítor, a sua criadora e mentora. ECO123: O que é o projecto Lura? Sara Vítor: Começou por ser a saída de uma professora sem colocação. É uma tentativa de continuar a ensinar e a trabalhar com crianças, ligando aquilo que já era a minha evolução pessoal mas voltando às minhas origens. Daí ter voltado para a ‘ Lura’, que é a ‘toca’ da minha família. Tento …

Leia mais »

Viver em modo ‘slow’

Movimento Slow

O ‘Movimento Slow’ abrange um vasto leque de áreas de actuação e dissemina-se a um nível global. No nosso país, a ONG ’Slow Portugal’ prõpoe-se divulgar e implementar suas as ideias. Para explicar a actuação desta entidade, a ECO123 entrevistou a sua Presidente da Direcção, a Drª. Raquel Tavares. ECO123: Como surgiu o movimento slow em Portugal? Raquel Tavares: Organizou-se com o surgimento da ONG ‘Slow Portugal’, com o intuito de preencher um lugar ainda não ocupado no panorama nacional, acompanhando uma tendência que se intensifica e dissemina internacionalmente. Faz todo o sentido uma organização no âmbito do movimento slow …

Leia mais »

Uma empresa com filosofia de vida

Elichristi

Elichristie Depois de quase cinco décadas de ditadura, Portugal começou a receber avidamente as influências externas em meados da década de 70. E tal como a generalidade das empresas com ideais alternativos, a Elichristi nasceu como ideia no final da década de 70, quando o seu fundador José da Costa decidiu concretizar os ideais ecológicos que defendia. No início da década de 80, José mudou-se para a Lisboa a fim de materializar a primeira empresa de produtos naturais e biológicos a surgir no nosso país, a qual, além das várias experiências que fez, foi também a primeira a fabricar tofu …

Leia mais »

Mais do que agricultura

Agrobio

A designação agricultura biológica é frequentemente utilizada para designar a produção de alimentos sem recorrer ao uso de produtos químicos sintéticos, como é o caso de fertilizantes e pesticidas. Para a Agrobio, a primeira organização orientada para a agricultura biológica, essa é apenas uma pequena parte, já que factores como a rotação de culturas, a ligação do homem à terra e a compreensão do ecossistema são igualmente importantes. Para a organização, esta forma de agricultura holística é o modo mais sustentável de produção alimentar, precisamente por “fazer a ponte entre o conhecimento do passado e a utilização sustentada da tecnologia”, …

Leia mais »

A factura do nosso estilo de vida

Polar-Bear

O IPCC é o organismo responsável pela avaliação das mudanças climáticas. Foi estabelecido pela Organização das Nações Unidas para o Ambiente e pela Organização Meteorológica Mundial. Pretende ser uma entidade científica independente, focada na análise das mudanças climatéricas e as suas principais implicações ambientais e sócio-económicas. Os seus colaboradores, de todo o mundo, desenvolvem trabalho especializado mas numa base de voluntariado, o que assegura uma multiplicidade de opiniões e pontos de vista que se reflectem nas conclusões apresentadas.

Leia mais »

Da terra à mesa

pedro goncalves merceariabio

“Nós somos o que comemos” – aqui temos a nossa questão. Já não há tempo para procurar o melhor e compra-se em hipermercados por conveniência. Daqui nasceu a ideia de negócio de Pedro Gonçalves, a que chamou “Mercearia Bio”. Este é um conceito baseado na loja online, onde se pode ver e encomendar comodamente a partir de casa, mas que também aposta na proximidade entre produtor, distribuidor e consumidor. Tudo isto possibilita ter produtos biológicos certificados entregues na porta da sua casa à distância de um click. ECO123 pergunta Fátima Torres, produtora, Lagos O que acha do conceito da Mercearia …

Leia mais »

A necessidade é a mãe da invenção.

Provida

Se há empresas que nascem para preencher necessidades de mercado, outras há que surgem, literalmente, por uma questão de saúde. Esse é o caso da Próvida, que surgiu como forma de curar uma anemia através da alimentação. Fundada em 1984 às mãos de Alcino e Cesaltina Sousa, esta sociedade produz e comercializa alimentos naturais, tendo como filosofia a preocupação com a qualidade de vida. Além dos 1800 pontos de distribuição, a Próvida tem também uma unidade de produção de frescos. Aí podemos encontrar mais de dez variedades de biscoitos sem açúcar, diferentes tipos de pão integral e várias sobremesas como …

Leia mais »

Educação é liberdade?

Escola verdes anos

É frequente a insatisfação dos pais relativamente ao papel do sistema educativo na vida das crianças. Alguns encarregados de educação resignam-se às limitações das escolas, outros juntam-se em protesto, mas raros são os casos de pais que se unem para criar um projecto que contemple um modelo escolar alternativo. Foi precisamente esta a génese da Escola-Casa Verdes Anos, fundada em 2004 por um grupo de famílias que procurava mais do que o modelo típico da educação pós-moderna. Situada no jardim do Palácio Marquês da Fronteira, em Monsanto, esta escola é tudo menos típica. E mal transpomos o portão para o …

Leia mais »

Liberdade para as sementes?

Movimento Sementes Livres

No dia 6 de Maio foi aprovado no Parlamento Europeu o decreto-lei (1) que define a proibição de trocar sementes, com a excepção de particulares e empresas com menos de dez empregados. Em Portugal, a iniciativa não é bem recebida por todos. O Movimento Sementes Livres visa alertar não só os agricultores, mas também o público em geral para as implicações deste decreto-lei que visa patentear as sementes. Lanka Horstink é a coordenadora desse movimento, parte da organização ambiental GAIA, uma das cinquenta associações que foi recentemente a Bruxelas exigir o direito de semear, trocar, reproduzir livremente as sementes. Não …

Leia mais »