Home | Portugal | Entrevistas

Entrevistas

A democratização do investimento?
Uma conversa entre um “tubarão*” da Finança e um jornalista

Combinamos que isto iria ser uma conversa e não uma entrevista normal, recorda-se?   Manuel Nina: Sim, e tenho muitas perguntas sobre permacultura. Fui visitar o meu sogro, que é agricultor no vale do Douro. Tem uma pequena exploração de dois hectares, onde cultiva vinha e fruta para a família, e trouxe para Lisboa grandes cabazes de alfaces e couves. Mas ele também me mostrou as árvores que tem lá. Usufrui de uma pequena parcela de terreno com pinheiros, medronheiros e oliveiras. A minha primeira questão é esta: falámos brevemente de permacultura, mas não existe permacultura universal, pois não? Existe …

Read More »

Uma conversa no campo

Os ponteiros do relógio ainda não bateram as cinco horas neste belo dia de Verão que desperta, lentamente. Chega-me a informação. Devo encontrar-me com um grupo de cidadãos que decidiram pôr fim às monoculturas. Por isso, saio da cama às quatro horas da manhã e entro dentro da minha roupa. Chego a uma encruzilhada em terra de ninguém. Estacionei o carro em local seguro, há algum tempo atrás. O resto do caminho, percorri-o a pé. A dada altura, deixei a estrada alcatroada, virei num trilho de terra batida e segui-o até aos terraços, conquistados ao terreno por bulldozers. Esperei pelo …

Read More »

É difícil definir onde me sinto em casa

Lourdes Picareta | Cineasta Lourdes Picareta nasceu há 58 anos em Santa Iría, em plena planície alentejana. Terminou o 12º ano em Almada. Fala Português, Alemão, Francês, Espanhol, Inglês e Grego. Dois anos após o 25 de Abril, mudou-se de Portugal para a Alemanha para estudar História, Arte e Literatura Alemã em Mainz e Munique. Depois, começou a interessar-se pelo jornalismo, tendo ido para a televisão germânica, onde, até hoje, trabalha para vários canais da estação alemã ARD. Faz todos os anos três ou quatro documentários longos, dos quais muitos também são transmitidos pelo canal franco-alemão ARTE e pelo canal …

Read More »

Sabe como
árvores inteligentes
comunicam com pessoas?

A Dra. Suzanne Simard leciona ecologia florestal na University of British Columbia, no Canadá. Investiga a forma como as árvores comunicam entre si. É professora por paixão, tem vários TedTalks e uma participação especial no filme “Intelligent Trees”, no qual nos mostra uma história muito interessante ligada à ecologia. A Dra. Simard mediu a partilha e o fluxo de carbono entre diferentes árvores e espécies com carbono radioativo. Descobriu que as bétulas recebem carbono extra dos pinheiros-de-Oregon quando largam as suas folhas, e que as bétulas fornecem carbono aos pinheiros-de-Oregon que estão mais à sombra. Atualmente, a Dra. Simard trabalha …

Read More »

A floresta era o Banco da Natureza?

Convidámos a professora e artista Ana Nunes (67 anos) para uma conversa. Sou de Monchique, não vivi cá durante muitos anos, mas tenho memórias do que veio da minha família, refere. A ECO123 questiona-a sobre essa memória de quando a floresta era gerida de forma sustentável e a partir de quando se transformou numa plantação singular de eucaliptos.   A floresta não é uma fábrica de enchidos, não? Hum, hum (concorda). Precisamos da floresta para proteger e salvar a Humanidade, apesar de as pessoas sempre terem visto na mesma uma fonte de rendimento. Receita, investimento, retorno. Esta é a economia …

Read More »

Desperdício zero

ENTREVISTA a Paula Policarpo, presidente da Zero Desperdício (www.zerodesperdicio.pt), projeto vencedor do 1º prémio dos European Enterprise Promotion Awards (EEPA) 2020, na categoria “Apoio ao desenvolvimento de mercados ecológicos e à eficiência dos recursos”. Como vê Portugal no contexto do desperdício alimentar na Europa? Estima-se que cerca de um milhão de toneladas de alimentos sejam, anualmente, deitadas para o lixo. Um desperdício de 50 mil refeições diárias. Daria para cobrir as carências alimentares dos 360 mil portugueses que se encontram nessa situação. Penso que o maior problema em Portugal está na falta de políticas públicas transversais e integradas, planeadas, articuladas e escaláveis/replicáveis. …

Read More »

Associação Milvoz

Manuel Malva nasceu em Coimbra em 1995, tendo sido incentivado desde cedo a apreciar os pequenos detalhes do mundo natural. Aos sete anos de idade começou a fotografar Natureza, particularmente aves, procurando posteriormente, e de forma autodidata, identificar as espécies fotografadas através de guias de identificação da avifauna europeia. Com o decorrer do tempo, alargou os seus interesses a outros grupos faunísticos, bem como à flora, estudando aprofundadamente a ecologia, comportamento e distribuição de um vasto leque de biodiversidade nacional. O fascínio pelas dinâmicas naturais e a vontade de aprender mais sobre o funcionamento dos ecossistemas levaram-no a frequentar a …

Read More »

Para o bem e para o mal

Nos últimos 30 anos perguntaram-me frequentemente de onde venho e onde nasci? Será isso importante? E, em caso afirmativo, por que razão? O que se deduz por alguém ter nascido em Metz, Monchique ou Minden? Não será suficiente ser-se europeu? E se a mulher na fila atrás de mim perguntar novamente e eu lhe responder que sou de Monchique, será que isso a ajuda? De que forma? Isso explica a pessoa que está dentro de mim? Quando ela abana a cabeça, sorrindo, eu olho-a e vejo que não acredita na minha resposta. A ideia europeia é abalada pela pandemia de …

Read More »

Oxitocina ou Le P’tit Cirk

Como irá terminar? É a velha história da frase “a confiança é boa, mas o controlo é melhor.” Sentamo-nos numa pequena tenda de circo, em Monchique, e esperamos com excitação pelos protagonistas do espectáculo. Está escuro e acolhedor. Mais de 500 pessoas lotam as bancadas hoje à noite. Falta ainda um quarto de hora para o início. Na minha cabeça, estou a pensar num filme sobre o acrobata Philippe Petit. Ele é o homem que dança enquanto paira sobre um arame de equilíbrio num dia de agosto de 1974, na época da minha juventude, desde a Torre Norte do World …

Read More »

Ainda haverá esperança no inferno?

Ainda não é tarde para evitar as consequências dramáticas das alterações climáticas – é o que nos dizem os principais resultados científicos atuais. Mas os governos e a sociedade civil irão ter de agir de forma eficaz para reduzir a nossa pegada ambiental durante os próximos dez anos. É o que nos diz um dos principais ambientalistas do Reino Unido no seu novo livro “Hope in Hell”, que será lançado este verão. Jonathon Porritt foi presidente do partido ecologista (agora UK Green Party) entre 1979 e 1980 e de 1982 a 1984. Foi diretor da Friends of the Earth e …

Read More »