Home | Portugal | Reportagem | Fotoreportagem (page 2)

Fotoreportagem

Portugal cresce no mercado de produção de bicicletas

Há momentos que nos ficam marcados a ferro e fogo na nossa memória e desses momentos é sem dúvida a primeira bicicleta. Era em tons azulados, pintalgada com os cromos da bola da altura, era semi-nova com marcas acidentais das aventuras dos meus primos. Afinal como esquecer a primeira bicicleta, companheira das aventuras radicais a alta velocidade? A bicicleta é atualmente considerada o meio de transporte mais utilizado no mundo. Portugal é já considerado o terceiro maior produtor de bicicletas na Europa. Este meio de transporte não emite gases poluentes nem com efeito de estufa, a bicicleta é considerada um …

Read More »
Salina

Sal, um tesouro redescoberto

Desde os tempos mais antigos que o sal tem um papel fundamental na vida do ser humano. Utilizado primariamente como fonte de conservação de alimentos, este ganhou uma importância vital durante o Império Romano, inclusive dando origem à palavra salário. Isto porque era prática corrente em Roma que os funcionários do império, como os legionários, recebessem o seu soldo (ou salário) em sal, como pagamento pelos serviços prestados. As zonas de exploração de sal ganharam tamanha importância estratégica, que algumas delas foram muralhadas e criadas povoações para defesa deste bem. Data do ano 959 o mais antigo registo conhecido sobre …

Read More »
Lince iberico

São os pequenos êxitos que contam

O supostamente último lince ibérico português foi visto, no início dos anos 90 do século passado, na serra de Monchique. Provavelmente foi morto a tiro por caçadores. Mas já muito antes estava em risco de extinção. A população de coelhos selvagens, da qual o lince se alimentava quase exclusivamente, diminuíra por causa de uma doença viral epidémica e através da caça. Lentamente, o lince morreria de fome. Porém, o maior inimigo do lince ibérico continua a ser o homem e o seu brinquedo favorito – o carro. Perante isto, tornámo-nos modestos e comemoramos o aniversário comedidamente. Há exactamente 10 anos, …

Read More »
o caçador dos chamínés

O Caçador de Chaminés

A chaminé artesanal é o postal icónico do Algarve. É uma forma de expressão através da qual os algarvios preservam técnicas de trabalho dos seus antepassados. O jogo de aparências que se dá às chaminés e as variadas formas, cores e feitios destas asseguram que aos algarvios seja reconhecido o seu bom gosto e requinte. Quanto mais distintas e vistosas forem as chaminés, melhor. Chaminés em forma de balão ou cone, com uma grelha ou decoradas com uma sequência de telhas, e numa palete muito diversificada de cores atraiem o olhar de qualquer pessoa. O vislumbre do topo das casas …

Read More »
Mina de sal em Loule

Vende-se

Loulé. Somos seis amigos que se enfiaram neste elevador em forma de cesto. Ouvimos um curto som de campainha e devagar, a uma velocidade de um metro por segundo, balançamo-nos em profundidade. Cada um leva um capacete de plástico azul. Ao capacete está presa uma lanterna de cabeça que, por sua vez, tem um cabo com um cinto que se prende em torno das ancas. Durante a viagem para baixo penso no que poderia ter motivado as pessoas a escavar um buraco na terra de 260 metros de profundidade há cinquenta anos? Pois o que estamos a fazer agora não …

Read More »
puxando-a-xávega

Arte Xávega

Pescando a partir de terra. Seis horas da manhã. Estacionámos no local ermo onde a ‘companha’ começava a chegar, na zona da Meia-Praia, em Lagos. Atravessámos a linha férrea e as dunas, caminhando resolutamente em direcção à canoa – o ‘calão’ – que adivinhámos, mas não enxergávamos. Íamos assistir, uma vez mais, a uma pescaria com a ancestral arte xávega. Apenas um motor fora de borda e as redes mais leves emprestam modernidade ao processo. Às seis e meia e primeira luz do dia, começaram os preparativos para fazer deslizar o barco até à água, com a ajuda de barrotes …

Read More »
águias-de-bonelli

O Impy sai da Casca

Era uma vez dois pequenos príncipes que foram criados por duas águias-de-Bonelli. Nos dias 15 e 18 de Março de 2013 eclodiram de cada um dos seus ovos, que tinham sido postos num ninho seguro de ramos e folhas cuidadosamente escondido no alto de um pinheiro da densa floresta. A rainha tinha estado deitada durante 42 dias nos ovos e chocou-os. E enquanto isso, o rei de todas as aves esvoaçava com boa térmica. Movia-se lentamente com as suas largas asas de 175 cm em alturas sublimes, para obter uma melhor visão do seu território de caça. Nada lhe escapava. …

Read More »