Home | Short Stories

Short Stories

Nº 111 – Utopia?

Sábado, dia 23 de outubro de 2021. … quem é que determina o nosso futuro, agora que paira sobre nós uma ameaça que bate à porta da nossa consciência diariamente, mas que a maior parte das pessoas não pretende deixar entrar de forma alguma? Por enquanto, a maior parte dos europeus conseguem ignorar essa ameaça. Têm as portas e janelas bem trancadas, especialmente quando se trata de receber os primeiros refugiados climáticos e de guerra vindos de África e salvos no Mar Mediterrâneo. Como se fosse possível, no longo prazo, ignorar simplesmente a ameaça da emergência climática! Já hoje, há …

Read More »

Nº 110 – A aliança do Pavilhão Desportivo

Sábado, dia 16 de outubro de 2021. O Rei está morto. Longa vida ao Rei? Por todo o país foram eleitos novos “pequenos reis”. Os representantes nos governos dos distritos e dos concelhos vão assumir funções. Viva! Em Monchique as coisas não são muito diferentes das que se passam em Bragança, a 621 km de distância, ou em Torres Vedras, no centro de Portugal. Entre as duas cidades existem 308 municípios e 3091 freguesias. A democracia eleitoral local de 2021 (para o período até 2025) envolve cerimónias especiais, tal como acontecia no período da monarquia, antes de 1910. Resumindo, estas …

Read More »

Nº 109 – Realidade

Sábado, dia 9 de outubro de 2021. Quem determina o nosso futuro? Uma criança desenvolve-se em várias fases e o futuro acaba marcado pelo dia a dia das “normalidades”. E os sonhos que temos? Quem é que os consegue realizar, e como? Nascemos para este mundo e mandam-nos para o jardim de infância, depois para a escola, e talvez até acabemos por ir para a universidade, obtendo certificados e superando provas, esforçando-nos durante os processos de aprendizagem que fazem parte do desenvolvimento de um jovem. O que estão a aprender as crianças que serão os adultos de amanhã? O que …

Read More »

Nº 107 – Zero Waste

Sábado, dia 2 de outubro de 2021. Alterações climáticas. Dez passos para alcançar a neutralidade climática? Vamos a isso! Basta prepararmo-nos. Todos. Independentemente de termos aprendido a fazê-lo ou não. Eu próprio, por exemplo, cresci com o conceito de que o lixo era colocado uma vez por semana no contentor para ser recolhido à quinta-feira. Depois, impuseram-nos o conceito da separação do lixo. Vidro no vidrão, plástico e papel nos respetivos locais. Passei então a depositar as embalagens no contentor para o lixo – desculpem – no contentor da reciclagem. Lixo ou reciclagem: longe da vista, longe do coração. Na …

Read More »

Nº 108 – A circunavegação

Sábad0, dia 2 de outubro de 2021. Tudo começou em junho de 1991. Naquele ano durou dez dias, e em 2003 também; em 2004, durou cinco dias, tal como em 2006. Em 2018, foram sete dias. Naqueles dias, toda a Serra de Monchique ficou em chamas. Bem, a área verde que restava de cada novo incêndio…, e cada vez ficávamos com um pouco menos de floresta. No último incêndio, o fogo destruiu 28.000 hectares florestais e em 2003, 43.000 hectares. O que isso significa não é possível ser expresso em números. Ao longo destes 27 anos de fogos florestais as …

Read More »

Nº 106 – A desconcertante e assustadora ascensão do Chega
de Richard Zimler

Sábado, dia 25 de setembro de 2021. Há cerca de três anos, uma jornalista portuguesa convidou-me para participar no seu programa de televisão Visita Guiada, no qual os espetadores são levados a conhecer locais de interesse histórico e cultural do país. Pretendia entrevistar-me no interior da Igreja de São Domingos, em Lisboa, por ter sido nesse local que se iniciou o pogrom antissemita de 1506, que descrevo no meu romance bestseller O último cabalista de Lisboa. Nesse pogrom, que durou três dias, cerca de 2000 cristãos-novos – que, nove anos antes desta data, tinham sido forçados a converter-se ao Cristianismo …

Read More »

Nº 105 – Reduzir o risco de incêndio
Um ensaio de Uwe Heitkamp

Sábado, dia 18 de setembro de 2021. Todos os candidatos sérios e democráticos tiveram a oportunidade de se pronunciar sobre os incêndios florestais numa entrevista de 30 minutos. Com as suas respostas à pergunta sobre o que pensam fazer para quebrar o ciclo de incêndios em Monchique mostraram parecer não ter solução para o problema. José Chaparro, Bruno Estremores, João Duarte e Paulo Alves são os nomes de candidatos que pretendem vir a ocupar o lugar de presidente da câmara e todos têm possibilidades reais de o alcançar. A não ser que o candidato neofascista do Chega venha a ter …

Read More »

Nº 104 – Depois de um incêndio também é antes de um incêndio
André Varela, candidato da CDU, não assume as suas responsabilidades

Sábado, dia 11 de setembro de 2021. A primeira vez que fiz uma publicação que apelava ao apoio das vítimas e iniciei um projeto de reflorestação em Monchique foi depois do grande incêndio, em 2003. Fui visitar os proprietários da herdade Covão da Águia, com mais de 60 hectares, floresta, casas e ruínas, que havia sido comprada no dia 5 de setembro de 2003 sem que se pudesse saber que o terreno iria arder uma semana depois. Foi um milagre não ter ardido a casa – não se registaram feridos – e, portanto, fui encontrar-me com os novos proprietários – …

Read More »

Nº 103 –
Primeira parte – A desertificação
Segunda Parte – Entrevista com Paulo Alves

Sábado, dia 4 de setembro de 2021 A vida moderna também já chegou a Monchique há muito tempo, apesar de ainda se encontrarem vivências tradicionais na Serra, a 500 metros de altitude. Ao longo de décadas, vindas de Portimão e de Lisboa, mas também trazidas pelos turistas do estrangeiro, as novidades foram lentamente subindo as colinas e as serras. Com os seus 902 metros de altitude, o cume da Fóia é o segundo ponto mais visitado do Algarve – revela-nos o posto de turismo local. O melhor exemplo da vida moderna é a moda, com os seus efeitos por vezes …

Read More »

Nº 102 –
Primeira parte – Apenas homens?
Segunda parte – Entrevista com João Duarte CPM

Sábado, dia 28 de agosto de 2021 Nem uma mulher entre os candidatos. Será que só escolheram figuras masculinas para os cartazes? Mais de metade da Humanidade não participa nestas eleições? Parece impossível! Como jornalista, cidadão europeu estrangeiro, sei que estou em Portugal, e não no Afeganistão. A seleção dos candidatos em Monchique, e em muitas outras autarquias, não representa o eleitorado como eu desejaria. E, depois, há ainda o candidato de um novo partido neofascista, o Chega. Também não têm uma mulher como cabeça de lista. A esses, tenho apenas a dizer: Basta. Propõem que incendiários sejam castigados mais …

Read More »