Home | JardBot | Nº 128 – Cooperação em vez de competição

Nº 128 – Cooperação em vez de competição

Sábado, dia 25 de junho de 2022.

Nada é simplesmente a preto e branco ou concretizável de forma linear. Quase toda a ação e todos os produtos acabam por produzir resíduos, CO2 ou gerar vencedores e perdedores: os ricos ficam mais ricos e os pobres, mais pobres. A diversidade diminui em todos os biótopos do nosso planeta. A cada passo do nosso trabalho jornalístico temos esses factos em mente. Por essa razão, na ECO123 trabalhamos de forma diferente, de forma circular, e pensamos nas consequências das nossas ações.

Quando, aqui na ECO123, começámos a pensar em como poderíamos alcançar a neutralidade climática até 2025, calculámos as nossas emissões de CO2 e constatámos que a maior parte delas eram geradas pela distribuição, seguindo-se a produção e impressão da revista em papel. A produção em papel e o seu transporte eram, portanto, os maiores causadores de emissões. Por isso, de futuro, iremos prescindir da publicação em papel de quase todas as edições. Imprimiremos somente uma por ano – será uma espécie de anuário. Sairá em finais de novembro, quatro semanas antes do final do ano, e será distribuída a todos os assinantes da ECO123. Adicionalmente, assumimos o compromisso de reduzir o volume de lixo orgânico/ano para os 50 kg. Não usamos plásticos nos nossos processos de laboração.

Durante a pandemia, em 2020 e 2021, a publicação passou de quatro para duas edições impressas por ano. Agora, passaremos a ter somente uma edição impressa. Simultaneamente, e de acordo com o que foi apurado em inquérito aos nossos leitores, aumentámos a frequência das publicações online, lançando um artigo semanalmente, todos os sábados. No entanto, foi um passo financeiramente muito ambicioso. Em 2022, iremos publicar novos conteúdos quinzenalmente e só quando nos for financeiramente possível voltaremos às publicações semanais, ainda antes de 2024.

Ao mesmo tempo, deram-se muitas alterações internas. Há muitos anos que produzimos o dobro da eletricidade limpa de que necessitamos para os nossos escritórios. Para o conseguir, em 2010 e 2011 instalámos dois sistemas seguidores fotovoltaicos de 40 painéis que, desde então, produziram cerca de 150.000 kW/h. Em 2018, após os incêndios florestais em Monchique, iniciámos a reflorestação de um terreno florestal ardido, instalando também um sistema de aspersores para garantir a proteção e sustentabilidade da nova floresta, projeto que ainda se encontra em curso. A ECO123 instalou uma rede debaixo de solo e oito grandes aspersores a três metros de altura, com tubagem de aço e capazes de projetar água num raio de 50 metros.

Esses trabalhos estão na sua fase final. Daqui a um mês iremos inaugurar e apresentar publicamente este sistema. Em caso de incêndio, é ligado o sistema de aspersores, que irrigarão todas as árvores. Porque é com água que se apaga o fogo.

Também construímos uma cisterna de 50.000 litros, que é maioritariamente abastecida pela água da chuva captada no local. Durante os próximos anos, continuaremos a plantar árvores autóctones nestes quase dois hectares, criando um biótopo para muitos animais. O nosso objetivo é a neutralidade climática, o que significa, concretamente, que vamos emitir muito menos CO2 e compensar as restantes emissões, plantando árvores. Cada hectare de floresta absorve 20.000 toneladas de CO2. Quando há um incêndio, ele é novamente libertado. Pretendemos reduzir o risco de incêndio. Quer participar apadrinhando uma das nossas árvores? Visite-nos aos sábados, entre as 10h e as 13h no sítio do Esgravatadouro, junto às Caldas de Monchique, e venha saborear a frescura da sombra da nossa floresta diversa.

This slideshow requires JavaScript.

+info: editor@eco123.info

Uwe Heitkamp (60)

jornalista de televisão formado, autor de livros e botânico por hobby, pai de dois filhos adultos, conhece Portugal há 30 anos, fundador da ECO123.
Traduções: Dina Adão,  Rudolfo Martins, Kathleen Becker
Photos:Uwe Heitkamp

 

Check Also

Nº 131 – A prevenção é a melhor proteção para a floresta

Sábado, dia 6 de agosto de 2022. No sábado passado, dia 30 de julho, a …