Home | Portugal | Perfil | Terra do Milho
terra do milho

Terra do Milho

Um sistema inspirado nos ecossistemas naturais (a permacultura), tem vindo a atrair a atenção de várias pessoas que pretendem criar uma forma de vida sustentável – o que passa também pela produção dos seus próprios alimentos.

A ECO123 foi ao encontro do projecto de permacultura ‘Terra do Milho’, situado em Monchique e inscrito na Rede Convergir. Foi criado por Monique Volkers, de 52 anos, e pelo seu marido Tom Stobbelar, de 59 anos, estando ambos a trabalhar de forma independente desde 2010.

“Os meus pais compraram um pedaço de terra e vim para Portugal. Agora trabalho aqui e tento transmitir esta ideia que temos há muito tempo de auto-sustentabilidade: comida local, economia partilhada, essas coisas que para mim são muito importantes”, afirma Monique Volkers.

Atualmente o casal vive daquilo que a terra lhes dá. Couves, acelgas, ervas aromáticas, morangos, laranjas, limões, alfaces, feijão, batatas são alguns dos seus produtos.

Os animais que têm no seu terreno, cabras e galinhas, ajudam na limpeza do campo e fertilizam o terreno, de modo a tornar a terra rica em nutrientes. Ou, nas palavras de Monique Volkers: “Os meus animais trabalham para nós”.

produção terra do milhoDesde legumes à fruta, este casal é auto-sustentável graças a tudo aquilo que produz. O queijo, o iogurte e seus derivados são produzidos através do leite das suas próprias cabras. Das galinhas obtêm os ovos. Os dejetos dos seus animais trabalham como um fertilizante natural da terra.

O casal trabalha no seu terreno há aproximadamente 4 anos, e conta agora com “mais ou menos 100 espécies de árvores diferentes”.

As frutas e legumes são comercializados juntamente com outros produtos integrantes da associação ‘A Nossa Terra’. Este grupo de pessoas que defendem as mesmas ideias e valores, reúne-se todas as sextas-feiras de manhã, numa das bancas da praça municipal de Monchique, com o principal objetivo de demonstrar a importância dos pequenos produtores locais. A banca desta comunidade rege-se pela diferença, dada a grande variedade de produtos expostos em pequenas quantidades e pela não utilização de produtos químicos. Tudo diretamente do produtor ao consumidor.

Segundo Monique Volkers, “os meus vegetais estão no mercado mas isso não é o mais importante. O mais importante é termos uma comunidade, é ter um espaço para vender as coisas porque somos um pequeno grupo de produtores”.

terra do milho animaisO projecto ‘Terra do Milho’ foi inscrito recentemente na Rede Convergir pois, segundo Monique, “é importante sabermos os locais que se dedicam a isto, conseguirmos ver todos os agricultores e cooperar. Podemos nos encontrar, conhecer e talvez um dia ter uma ideia e a realizarmos. Acho que é importante criar um movimento”. Monique finaliza afirmando que “somos pequenos grupos aqui e ali e talvez um dia seremos um grupo maior, para mudar o caminho das pessoas”.

O feedback desta rede de ideias semelhantes ainda não é muito frequente, porém os valores que partilham fazem Monique Volkers acreditar que um dia o conceito de permacultura seja valorizado.

Mais informações:
Portela da Viúva – 8550-909 Monchique
Telefone: (+351) 282 911 936
Telemóvel: (+351) 922 096 540
Email: terradomilho@gmail.com
Website: www.terradomilho.eu

About the author

Daniela Guerreiro (21).Jornalista, desenvolve um estágio de 9 meses na ECO123, co-financiado pelo IEFP. Estudou jornalismo entre 2011 e 2014 na Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Portalegre.

Check Also

É difícil definir onde me sinto em casa

Lourdes Picareta | Cineasta Lourdes Picareta nasceu há 58 anos em Santa Iría, em plena …

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.