Home | Short Stories | Nº 52 – A nova cooperativa ESGRAVATADOURO CRL

Nº 52 – A nova cooperativa ESGRAVATADOURO CRL

Sábado, 12 de Setembro de 2020

Ontem a equipa da ECO123 fundou a nova cooperativa ESGRAVATADOURO CRL. O objectivo desta organização é oferecer aos particulares uma solução simples e eficaz para se tornarem activos contra as alterações climáticas. Para este fim, estava desenvolvido a plataforma de protecção climática KYOTO, onde os utilizadores podem informar-se sobre as suas possibilidades de influenciar as alterações climáticas e tornar-se directamente activos.

A fim de assegurar que os efeitos das alterações climáticas já em curso possam ser controlados para as gerações futuras e que a base da vida humana continue a existir, é necessário repensar e agir de imediato. Não só as empresas e a indústria, mas também os particulares podem e devem reduzir as suas emissões de CO2 a fim de atingir o objectivo de 1,5°C das Nações Unidas.

Alfredo Cunhal - Montado
Alfredo Cunhal

O jornalista Uwe Heitkamp, membro da nova ESGRAVATADOURO, Cooperativa do Ambiente CRL e co-fundador do Novo Jardim Botânico EDEN em Caldas e Monchique, explica: “Estamos a observar uma consciência crescente da protecção climática na população. Muitas pessoas querem tomar medidas contra as alterações climáticas, mas não existe uma solução simples e eficaz para o fazer. A revista ECO123 tem vindo a apoiar empresas clientes há mais de sete anos com informação de base sobre como calcular, reduzir e compensar as suas emissões. Queremos agora tornar esta experiência de protecção climática acessível aos particulares e estamos, portanto, a lançar a segunda equipa no https://kyoto.eco123.info como uma iniciativa para atingir o objectivo de 1,5°C”.

Com a KYOTO como iniciadora, a cooperativa pode basear-se numa grande quantidade de sabedoria quando se trata de recolher e calcular dados de emissões, conhecimento das tecnologias de protecção climática e o desenvolvimento fiável e transparente de projectos de protecção climática. Um deles é o novo jardim florestal botânico EDEN, perto de Caldas de Monchique.

Fernanda Botelho

A plataforma KYOTO e a nova floresta EDEN lançará uma campanha de crowdfunding em Novembro com o objectivo de sensibilizar a sociedade para plantar árvores autóctones. A fim de dar à iniciativa a influência necessária, a jornalista de televisão, a botânica Fernanda Botelho e o agricultor BIO Alfredo Cunhal Sendim foram convidados para o projecto. Juntamente com os outros co-fundadores da cooperativa Carlos Abafa, Stefanie Kreutzer, Penny and Tim Coombs entre outros, eles irão impulsionar o desenvolvimento do Novo Jardim Botânico.

 

 

Uwe Heitkamp (60)

jornalista de televisão formado, autor de livros e botânico por hobby, pai de dois filhos adultos, vive em Monchique Portugal há 30 anos, fundador da ECO123.

Check Also

Nº 54 – Economia vs Ecologia?

Sábado, 26 de Setembro de 2020 A Alemanha introduziu em 2003 um sistema de depósito …

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.