Home | Short Stories | Festival de Caminhadas
uma curta história de Uwe Heitkamp

Festival de Caminhadas
uma curta história de Uwe Heitkamp

uma curta história de Uwe Heitkamp

Sábado, dia 18 de novembro de 2023.

Passeios pedestres longos e curtos, workshops sobre temas como alimentação saudável, uma caminhada até ao novo jardim botânico – o festival de caminhadas deste ano é consagrado ao tema da ÁGUA. Nos caminhos da água, que ainda há quinze dias estava à beira do colapso, como se nunca tivesse sido registado um ano tão seco e quente como este. Muitas nascentes secaram devido às alterações climáticas e a uma política florestal errada (eucalipto e invasoras como a acácia). Mas, finalmente, voltou a chover, pela primeira vez em dez meses. E agora já corre novamente um pouco de água na maioria dos ribeiros de montanha.

O passeio mais longo proposto tem 27 km e começa no Alferce, passa pelos dois picos, Picota (776 m) e Fóia (909 m), via Monchique até Marmelete. O percurso mais curto é uma caminhada para uma primeira apresentação do futuro jardim botânico das Caldas de Monchique: 1,5 km de ida e 1,5 km de regresso. O ponto de encontro é nas Caldas de Monchique. Aí, temos visto crescer, desde 2019, uma nova floresta de árvores autóctones: o carvalho de Monchique, a nogueira preta, alfarrobeiras, entre muitas outras espécies de árvores, e a primeira floresta Miyawaki, do tamanho de um campo de ténis, com 200 árvores de 40 espécies diferentes.* A proteção da floresta também não é descurada. O futuro jardim botânico foi equipado com um poderoso sistema de aspersão para proteção contra incêndios florestais. Uma outra caminhada de 17 quilómetros leva à cascata de Barbelote. Começa no cimo da Fóia. Altamente recomendável.

MMM 2019

Um programa variado aguarda todos os participantes. No início da noite de sábado, terá lugar uma sessão de ioga com Patrícia Lara, na sala multiusos da Junta de Freguesia de Monchique. Se quiser conhecer melhor a vila de Monchique, pode caminhar por por pequenas ruelas e caminhos sinuosos da vila, no sábado, pelas 14h00, com Fábio Capela. Distância: cerca de 5,5 km. Pode criar o seu fim de semana personalizado, a partir de um programa variado. Há também uma grande variedade de restaurantes e alojamentos para todos os orçamentos, desde hotéis a alojamentos locais. Se chegar na quinta-feira, terá pela frente um longo fim de semana, cheio de vivências na natureza.

 

* O método Miyawaki é um dos métodos de reflorestação mais eficazes, uma vez que é criado um ecossistema autossuficiente e independente, rico em biodiversidade, numa área relativamente pequena e num curto espaço de tempo. O método Miyawaki foi desenvolvido pelo professor de botânica japonês Akira Miyawaki (1928-2021).

 

Uwe Heitkamp (62)

jornalista de televisão formado, autor de livros e botânico por hobby, pai de dois filhos adultos, conhece Portugal há 30 anos, fundador da ECO123.
Traduções: Dina Adão, John Elliot, Rudolfo Martins, Kathleen Becker, Patrícia Lara
Photos:Uwe Heitkamp

Check Also

Acácia australiana conquista Portugal
A desesperança do trabalho do ICNF para eliminar as espécies arbóreas invasoras

Sábado, dia 20 de julho de 2024. É preciso amar a natureza para a poder …