Home | JardBot

JardBot

Nº 128 – Cooperação em vez de competição

Sábado, dia 25 de junho de 2022. Nada é simplesmente a preto e branco ou concretizável de forma linear. Quase toda a ação e todos os produtos acabam por produzir resíduos, CO2 ou gerar vencedores e perdedores: os ricos ficam mais ricos e os pobres, mais pobres. A diversidade diminui em todos os biótopos do nosso planeta. A cada passo do nosso trabalho jornalístico temos esses factos em mente. Por essa razão, na ECO123 trabalhamos de forma diferente, de forma circular, e pensamos nas consequências das nossas ações. Quando, aqui na ECO123, começámos a pensar em como poderíamos alcançar a …

Read More »

Nº 127 – 18 anos depois…

Sábado, dia 11 de junho de 2022. Ainda não conhecíamos o conceito das florestas de Miyawaki quando, há 18 anos, começámos a plantar jovens árvores em vários canteiros do nosso terreno em socalcos. A floresta de Miyawaki consiste num método de plantação criada pelo biólogo e botânico Akira Miyawaki (1928-2021). (https://de.wikipedia.org/wiki/Akira_Miyawaki) Em 2004, depois dos incêndios florestais de Monchique (11.09.2003), recebemos um donativo de 5.000 pés de diversas árvores de aproximadamente 15 cm, e foi necessário encontrar um local para guardá-los antes que fossem plantados. Tratava-se de carvalhos, amieiros, freixos, tílias, faias, alfarrobeiras, pinheiros-mansos, mas também pés de outras árvores …

Read More »

Obrigado

Na noite de domingo, dia 5 de agosto de 2018, uma avalanche de fogo avassalou a Picota vinda de Norte para Sul, em direção do Algarve, subindo toda a montanha para depois voltar a descê-la, destruindo também a nossa bela floresta mista, os nossos jardins e a horta no lugar de Esgravatadouro, junto às Caldas, a Sul de Monchique. Muitos amigos ajudaram a combater as chamas com baldes e mangueiras. Os reacendimentos eram constantes. Não desistimos e não aceitámos ser evacuados. Quando a polícia nos obrigava a sair, voltávamos para continuar a extinguir os focos de incêndio. Não havia bombeiros …

Read More »

Nº 116 – Proteger o clima no sítio de Esgravatadouro – Caldas de Monchique
Participe ativamente no Jardim Botânico Florestal

Sábado, dia 27 de Novembro de 2021. Quando o inverno chega à Serra de Monchique, toda a vida passa a ter um ritmo mais lento. As primeiras chuvas amolecem a terra. É nessa altura que, todos os anos, voltamos a plantar floresta em biodiversidade nas áreas destruídas pelo incêndio florestal de 2018. É um grande desafio, e também uma prenda para as gerações vindouras. Preparámos muitas mudas diferentes no nosso pequeno viveiro, criando-as em vaso durante dois, três ou mais anos. Agora, é chegada a altura de encontrar o lugar indicado para cada uma das pequenas árvores. Cada lugar tem …

Read More »

Nº 105 – Reduzir o risco de incêndio
Um ensaio de Uwe Heitkamp

Sábado, dia 18 de setembro de 2021. Todos os candidatos sérios e democráticos tiveram a oportunidade de se pronunciar sobre os incêndios florestais numa entrevista de 30 minutos. Com as suas respostas à pergunta sobre o que pensam fazer para quebrar o ciclo de incêndios em Monchique mostraram parecer não ter solução para o problema. José Chaparro, Bruno Estremores, João Duarte e Paulo Alves são os nomes de candidatos que pretendem vir a ocupar o lugar de presidente da câmara e todos têm possibilidades reais de o alcançar. A não ser que o candidato neofascista do Chega venha a ter …

Read More »

Nº 97 – Seremos capazes de mudar a nossa postura perante a natureza?

Sábado, dia 24 de julho de 2021 Evitar emissões, reduzir a pegada ambiental… a vida, hoje em dia, prende-se muito com estar alerta. Estar alerta? – pergunta-me a voluntária que vem às sextas-feiras de manhã regar as árvores do Jardim Botânico Florestal. A que devo estar alerta/atenta? Aos pássaros na floresta, por exemplo. Escuta o rouxinol acolá, escuta a sua canção. Interioriza a sua melodia, faz dela a tua melodia. Segundo o professor Gernot Böhme*, de 84 anos, natural da Alemanha, isto é encontra arte na ecologia.  Böhme é, até à data, desconhecido em Portugal, já que a sua vasta …

Read More »

Venha plantar a sua árvore… Crowdfunding www.eco123.info

Assine a ECO 123 por apenas 15 EUR Plantar uma árvore significa reduzir a sua pegada, compensando emissões de CO2 . O nosso objetivo é alcançar as ZERO EMISSÕES em 2025. Apoiar a ECO123 ONLINE significa também apoiar o Jardim Botânico Florestal em Monchique: plantar, regar árvores e cuidar da floresta. Até dia 15 de janeiro de 2022 oferecemos 500 assinaturas anuais online pelo valor promocional de 15 EUR/cada. Com este crowdfunding pretendemos angariar 7.500 EUR (6% de IVA incluído = 450 EUR). A ECO123 pretende proteger as jovens árvores com um sistema de aspersores contra incêndios alimentados a água da …

Read More »

Nº 90 – A minha viagem pelo mundo
Dez passos para a neutralidade climática
Terceiro passo – Como libertar-me das energias fósseis?

Sábado, dia 5 de junho de 2021 Cada cidadão que vive em Portugal emite, em média, cinco toneladas de CO2 por ano. Agora o objetivo consiste na neutralidade climática. Como consegui-la? Os dois primeiros passos abordaram a capacitação. Dei um grande passo logo de início. A alimentação vegetariana, frequentar um curso de cozinha vegetariana e começar a produzir alimentos no meu próprio terreno representam uma redução de 20 por cento nas emissões. Poupei 1.000 kg de CO2/ ano cortando os produtos congelados, a carne e a charcutaria da minha lista de compras no supermercado. No segundo passo falámos de plantar árvores …

Read More »

Nº 89 – A minha viagem pela terra
Dez passos para entrar noutro mundo
Segundo passo – Caminhar pela floresta e plantar árvores

Sábado, dia 29 de maio de 2021 Um eu (tu) e o meu (teu) meio ambiente não existem em separado. O eu (tu) está integrado e é parte deste mundo. Formam um todo e não é dissociável a ligação humana para com a natureza, espaço para a vida neste planeta. É esta a realidade? Desde que vivo na floresta, sinto uma ligação mais estreita aos elementos. O que é que isso significa? Já por várias vezes senti na pele as consequências das alterações climáticas. Sinto que aprendi algo, apesar de ter sido fortemente prejudicado com os incêndios florestais. Cresci junto …

Read More »

Nº 84 – A biodiversidade é a única solução

Sábado, 24 de Abril de 2021 A má notícia. A UE é um dos maiores impulsionadores da desflorestação. Isto é o que comprova o relatório recentemente publicado pelo Fundo Mundial para a Natureza (WWF), que analisa o impacto das relações comerciais na desflorestação e na destruição da natureza entre 2005 e 2017. Segundo esse mesmo relatório, a UE é responsável por 16 por cento da destruição de floresta tropical para exportação. Este valor coloca a UE em segundo lugar da “lista dos maiores destruidores de florestas”, logo atrás da China (24 por cento) e à frente da Índia (9 por …

Read More »