Sábado, Agosto 18, 2018
pt-ptende
Inicio | Portugal | Entrevistas

Entrevistas

Cassandra Querido

Estou a fazer a minha parte

ECO123 conversou com Cassandra Jorge Querido (54 anos), arquiteta paisagista natural de Évora, há vinte e seis anos a trabalhar com o ambiente. Encontramos-nos em Benafim, concelho de Loulé, debaixo de um carvalho, uma azinheira com mais de 500 anos, no parque de merendas: Falámos e almoçámos… A nova Lei 10/2018 vai ajudar a evitar incêndios em Portugal? A meu ver essa lei não está nada adequada à realidade. E pode piorar a situação, portanto, sendo aplicada. Prejudicial? Prejudicial. Essa Lei, no meu entender, foi feita para os eucaliptos, para conseguir lutar, para arranjar espaços e todo um cenário capaz …

Leia mais »
alterações climáticas

A adaptação às alterações climáticas

  Teve lugar recentemente o Seminário “Agricultura Sustentável” em Alte (Loulé), que reuniu agricultores, peritos em solos, profissionais no desenvolvimento de comunidades, políticos e estudantes. O Seminário foi organizado pela Câmara Municipal de Loulé, a Associação In Loco, e a Escola Professional Cândido Guerreiro (EPALTE), com o objetivo de dar a conhecer aos agricultores alternativas perante o desafio das alterações climáticas, custos de produção elevados e baixos preços de venda. O tema do clima e do solo foi abordado nas duas sessões principais, por Alberto Espírito Santo e João Tiago Carapau, da WeConsultants. Alexandra Pestana, da EPALTE partilhou experiências na …

Leia mais »
Terra, a mãe guardiã

Terra, a mãe guardiã…

Nuno Bicho, 53 anos, diz que “encontrar um novo local é como uma viagem pessoal ao passado sem recurso a ficção científica.” Estava no ensino primário quando sentiu o apelo da Arqueologia, mas foi por mero acaso que estudou História. Doutorou-se depois em Antropologia (Southern Methodist University, Dallas, Texas), com reconhecimento em Arqueologia (Universidade do Algarve) e é atualmente Diretor do Centro Interdisciplinar de Arqueologia e Evolução Humana da Universidade do Algarve (ICArEHB). A par de outros, lidera um projeto internacional, o quarto subsidiado pela National Geographic Society, para estudar a evolução dos primeiros humanos modernos no Sudoeste de Moçambique. …

Leia mais »
Herdade Freixo do Meio

De volta ao futuro

 Uma eco-empresa na transição A Herdade Freixo do Meio é uma empresa agroflorestal com 560 hectares de boa terra, situada no baixo Alentejo, perto do Montemor-o-Novo, a cerca de 100 km Leste de Lisboa. A empresa é baseada em padrões éticos da Agroecologia no ecosistema medieval de Montado* e pratica a Permacultura para garantir a futuras gerações uma vida com recursos básicos para viver uma Soberania Alimentar. Através da Cooperativa de Usuários, o agricultor Alfredo Cunhal-Sendim (52 anos) organiza para os cooperantes um espaço onde a comunidade consegue participar na vida de uma empresa com cerca de 40 colaboradores. Expede …

Leia mais »

Temos que nos preparar para um racionamento da água?

Teresa Fernandes, responsável pela Comunicação e Educação Ambiental da Águas do Algarve SA., empresa responsável pelo abastecimento de água na região, admite a possibilidade de escassez de água a médio, longo prazo mas, mesmo que não chova, garante que até final do ano não vai faltar água à população. A água está tornar-se uma espécie de ouro azul? Em meu entender a água é mais importante que o ouro, em qualquer parte do mundo, porque é insubstituível. Não conseguimos viver sem água. Ela é fundamental para a sobrevivência de todo o ser humano. Se eu não tiver petróleo, utilizo o …

Leia mais »
water

A água daqui, que falta ali…

ECO123 falou com a Administração da Região Hidrográfica do Algarve da Agência Portuguesa do Ambiente, em Faro. Há cinco serviços centrais em Portugal, os do Algarve, e os do Alentejo, Tejo, região norte e região centro. Os serviços de Faro são responsáveis pelo Algarve. O Ministério do Ambiente tem cinco objetivos estratégicos: Aumentar o nível de proteção, recuperação e valorização dos ecossistemas; aumentar o nível de proteção de pessoas e bens face a situações de risco; melhorar o conhecimento e a informação sobre o ambiente; reforçar a participação pública e assegurar o envolvimento das instituições; garantir a excelência no desempenho …

Leia mais »
poluição no rio tejo

Cor de café com leite

Pouca coisa na vida é preta e branca. No entanto, o rio Tejo dos nossos dias é-o. É preto num lado e branco no outro. Água transparente ao lado de água suja. Esta separação das águas a meio do rio não se deve a uma força maior no sentido clássico, divino do termo, mas sim no sentido bem mais contemporâneo: a poluição do rio Tejo deve-se às grandes indústrias de papel situadas à sua beira, em Vila Velha de Rodão. Até há pouco tempo ninguém teve a coragem de apontar o dedo aos grandes tubos que lançam água poluída a …

Leia mais »
agua de monchique

Atingimos uma produção de 74 milhões de litros

A água de Monchique é conhecida desde a presença romana na Península Ibérica. Com propriedades únicas, esta água de ‘sabor estranho’, como tem vindo a ser classificada por vários consumidores desde o inicio da sua comercialização, tornou-se recentemente sinónimo de qualidade e de bem estar. Depois de atravessar um período delicado em termos financeiros, a Sociedade da Água de Monchique, que detinha a concessão de exploração desde 1992, foi adquirida em 2010 pela WaterBunkers SGPS SA, sediada em Braga. Rapidamente passou de marca branca a uma espécie de produto gourmet. Foi também uma das últimas marcas resistentes às garrafas de …

Leia mais »
floresta autoctone

A natureza está viva!

Floresta autóctone Recentemente, uma página web ligada a acontecimentos atuais despertou a minha curiosidade jornalística. Tenho que acrescentar aqui que já só recomendo páginas web cujos autores se identificam com nome e endereço. Por princípio já não vejo idiotices anónimas. E faço o mesmo no caso dos telefonemas. Não dou atenção e não perco tempo com quem me telefona de um número anónimo. Por os impulsionadores desta página web agirem com transparência, telefonei-lhes e perguntei se estariam dispostos a falar comigo sobre qual a motivação que os levou a publicar essa página. Combinámos um almoço no Porto. Portanto comprei um …

Leia mais »
As escolas pertencem à comunidade

As escolas pertencem à comunidade

Em Portugal, José Pacheco, 63 anos de idade, é uma figura emblemática do ensino alternativo. Esse senhor, de estatura pequena, brilho no olhar, grisalho e de bigode, faz lembrar um típico e simpático professor. Porém, as suas palavras são radicais: “Hoje em dia temos pessoas do século 21, a serem formadas por professores do século 20 com métodos do século 19.” Na sua opinião, turmas repartidas por idades, exames e avaliações, não têm fundamentação científica nem jurídica. E ele sabe bem que as coisas poderiam funcionar de outra forma. Há quase quarenta anos, quando ainda era recém-formado, juntamente com dois …

Leia mais »