Sábado, Julho 22, 2017
pt-ptende
Inicio | Destaque

Destaque

A natureza desconhece o que é o lixo

lixo de latas

Eu, tu, ele, ela, nós, vós, eles. Neste preciso momento, todos estão a deitar algo fora. É fácil de dizer, não é? Deita ao lixo. Deita algo fora. Longe da vista, longe do coração. Quem vier a seguir que se amanhe. Ou talvez não? Estou na minha cozinha a arrumar as garrafas vazias do último mês. Oito garrafas de vinho e uma garrafa vazia de azeite. Este é o meu dia de ir até ao vidrão e arrumar a minha casa: casa de banho, quarto, sala, cozinha e escritório. Para o papel, encontrei uma solução minha, bastante prática, sobre a …

Leia mais »

Será que um Rendimento Básico Incondicional promove a RIQUEZA + LIBERDADE?

mendigo em lisboa

De 25 a 29 de setembro terá lugar, na Assembleia da República, o Congresso Mundial para o Rendimento Básico Incondicional (http://basicincome.org/), um evento que reúne cientistas e políticos para debater a concretização do mesmo. Um RENDIMENTO BÁSICO INCONDICIONAL? O que é isso? Como funciona, como poderá ser financiado, fará sentido economicamente – e principalmente – será socialmente justo? Nenhuma democracia forte se baseia em perdedores. A digitalização e automação, a descontinuação das energias fósseis, carvão, petróleo e gás, a emergência das energias renováveis e a robótica revolucionam o nosso mundo laboral. Irão destruir mais postos de trabalho a milhões de …

Leia mais »

Pretendemos transformar as ruínas

Monchique é um dos concelhos do país que mais tem sofrido com a desertificação e, nos últimos 40 anos, a sua população baixou para metade tendo atualmente cerca de cinco mil habitantes. Para inverter a tendência de desertificação e garantir a sustentabilidade do concelho nas próximas décadas, o município algarvio tem apostado em incentivos para fixar e aumentar a população, com apoios à construção e reconstrução de imóveis, a isenção de taxas e tarifas municipais ou a oferta de projetos e apoio técnico a quem ali pretender fixar-se, entre outras iniciativas. Mas será que estas medidas têm sido suficientes para …

Leia mais »

Investir na eficácia energética da habitação

e descarbonizar a mobilidade O ano de 2016 foi o mais quente desde que se começou a medir a temperatura do planeta no século XIX. Os governos, a nível internacional, parecem começar a olhar para o problema de frente e depois dos acordos estabelecidos na COP 21, a COP 22 de Marraquexe acelerou a operacionalização dos processos por parte dos países envolvidos. José Mendes, o Secretário de Estado Adjunto e do Ambiente, explicou à ECO 123 o que está a ser feito em Portugal, e um pouco por todo o mundo, na tentativa de desacelerar o aquecimento global. Para além …

Leia mais »

Construção ecológica, vida saudável

Rolf Disch nasceu em 1944 e é arquiteto. Vive e trabalha em Friburgo, na Alemanha. Disch tornou-se famoso pela sua inovadora obra arquitetónica na área da construção de casas solares. Por essa razão recebeu, em 2003, o “Global Energy Award”. É o inventor e desenhador das casas “Energy Plus House”, Casas de Energia Positiva. Em 2009 foi galardoado com o “Utopia-Award”. As suas casas, os seus bairros e os seus edifícios de escritórios são neutros no que toca a emissões de CO2 e singulares na sua traça arquitetónica. Produzem mais energia do que gastam. A ECO123 visitou este pioneiro no …

Leia mais »

Uma vida melhor: Fazer da nossa terra um tesouro

Em tempos, comprei um bilhete de Interrail pelo preço de 224 euros. Com este bilhete pude, no espaço de meio mês, viajar durante cinco dias por toda a Europa. Só de imaginar que poderia sair onde quisesse, e dar tempo ao tempo, aumentou a minha alegria já antes de começar a viagem. Consultei, então, os horários dos comboios portugueses e espanhóis, da CP e da RENFE. Foi com admiração que constatei que há apenas uma ligação ferroviária entre Lisboa e Madrid (e o mesmo na direção contrária). Mas porquê? Para os 600 km de distância entre as duas cidades, este …

Leia mais »

É difícil definir onde me sinto em casa

Lourdes Picareta | Cineasta Lourdes Picareta nasceu há 58 anos em Santa Iría, em plena planície alentejana. Terminou o 12º ano em Almada. Fala Português, Alemão, Francês, Espanhol, Inglês e Grego. Dois anos após o 25 de Abril, mudou-se de Portugal para a Alemanha para estudar História, Arte e Literatura Alemã em Mainz e Munique. Depois, começou a interessar-se pelo jornalismo, tendo ido para a televisão germânica, onde, até hoje, trabalha para vários canais da estação alemã ARD. Faz todos os anos três ou quatro documentários longos, dos quais muitos também são transmitidos pelo canal franco-alemão ARTE e pelo canal …

Leia mais »

A ilha da tranquilidade

Vedanta Saraswati | Yoga Vedanta Saraswati, cidadã britânica, é professora de yoga desde os seus 19 anos e sempre quis ter a possibilidade de poder oferecer retiros. Decidiu viajar pela Europa à procura de um local que pudesse adquirir. Para fazer um retiro é preciso ar puro e sossego numa envolvência natural. Foi assim que, no Verão de 2005, veio de Inglaterra para Espanha e Portugal, sem ter a mínima ideia do que procurava. Tinha várias imagens em mente. Uma delas era a de uma montanha de suave relevo. Foi junto a Monchique que encontrou o que procurava, o seu …

Leia mais »

Planeta sem Macacos?

Os macacos estão a morrer. Até hoje, em Sumatra e Bornéu – onde a vegetação cresce sobre solos húmidos de turfa – foi continuamente destruída a floresta tropical em larga escala, para dar lugar à implantação de produções agrícolas de óleo de palma. Os solos de turfa, entretanto ressequidos, e o gás metano contidos nesse tipo de solo foram incendiados por fogo posto. Durante mais de três meses, os bombeiros e militares tentaram extinguir os incêndios. Em vão. Uma nuvem de fumo agressivo instalou-se sobre grande parte da Indonésia e da Malásia. Foram fechadas escolas. Tornou-se impossível aos habitantes dessas …

Leia mais »

Desequilibrado

Nas cidades e no modo de alimentação humano vai decidir-se o futuro do clima mundial. Nunca antes viveram tantas pessoas em centros urbanos como na Ásia, África e América do Sul. Mas as megacidades, na sua forma atual, são devoradores de recursos gigantescos. Os governos, que querem aplicar concretamente o protocolo de Paris COP21 de 2015, têm de começar agora com a mudança das estruturas nas suas cidades. Porque as cidades também provocam a loucura, de acordo com um estudo da UNHabitat – For a better urban future. Os habitantes da cidade ficam três vezes mais doentes psiquicamente do que …

Leia mais »