Sábado, Fevereiro 24, 2018
pt-ptende
Inicio | Portugal | Reportagem

Reportagem

As escolas em tempos de desertificação

As escolas em tempos de desertificação

Nas zonas remotas é reduzida a oferta escolar, muitas escolas fecham. Os alunos são “aglomerados”, e têm que enfrentar um caminho escolar mais longo, distanciando-se das suas famílias. A vida no campo ainda se torna menos atrativa para as jovens famílias com filhos. Mudam-se, e a população escolar ainda fica mais reduzida. Que fazer? É a questão que se colocam os coordenadores educativos, os diretores e os pais. No Alentejo, as crianças são verdadeiros artistas a transformar a sua personalidade. Por exemplo o José Manuel*, de 12 anos de idade. Na quinta dos pais é rapaz do campo, capaz de …

Leia mais »
Pedrogão Grande

Como parar os incêndios florestais?

Comecemos esta história com uma curta retrospetiva. Em 2003 o país foi afetado por uma das maiores vagas de calor de sempre. A zona Centro, entre Lisboa, Leiria e Coimbra, foi a mais atingida pelos fogos. Com temperaturas de 30 graus celsius, uma humidade relativa de 30% e ventos com mais de 30 quilómetros hora, tornava-se evidente o perigo de incêndio extremo. Um perigo acrescido para as zonas rurais, não cultivadas e abandonadas pelos agricultores. A vegetação seca transformava-se um barril de pólvora. Um quarto da área florestal do Pinhal de Leiria ardeu e morreram 21 pessoas. Voltemos ao presente …

Leia mais »
Terra Crua - Permaculture

TERRA CRUA
SEMENTES DE MUDANÇA

É uma empresa diferente que atua com base num modelo inovador de design ecológico. A Terra Crua concilia a engenharia com a arquitectura, o paisagismo com a ecologia e os princípios da permacultura. Um novo conceito de design que agrega princípios e estratégias que vão para além da sustentabilidade e que integra, num modelo holístico, a inovação, viabilidade económica e responsabilidade social e ambiental. Constituída como empresa há cerca de dois anos e meio, a Terra Crua disponibiliza vários serviços, consultoria, planeamento e gestão de projetos ecológicos regenerativos, mas a sua base vem de há cerca de nove anos atrás. …

Leia mais »
Monchique Mountain Marathon 2017

Caminhar ao encontro das amendoeiras em flor
Monchique Mountain Marathon 2017

Que distância é que ainda percorremos com o nosso corpo e sobre os nossos próprios pés? O Monchique Mountain Marathon 2017 é uma possibilidade para o demonstrar, podendo escolher entre doze percursos longos e curtos, caminhadas com guia entre o Natal e o Ano Novo para descobrir a Serra do Algarve. Caminhar possibilita a experiência única de conhecer Monchique pelos seus próprios sentidos: a natureza das montanhas e seus ribeiros, moinhos e cascatas, os sobreiros e castanheiros centenários; a cultura regional, sua música, especialidades gastronómicas, seu pão, presunto e enchidos, e os frutos, os doces e os bolos. Iremos igualmente …

Leia mais »
Ir a pé

Ir a pé

Hoje em dia, o espaço público é pensado em função dos automobilistas. No fundo, na maior parte das nossas cidades, já não é possível deslocar-mo-nos a pé. As cidades são construídas para os carros, e não para as pessoas. Em vez de conceptualizarem locais de convivência, os urbanistas constroem artérias de atravessamento, de acesso e periféricas. Na cidade, e até mesmo no campo, já não é dada importância às pessoas e ao espaço para a sua movimentação de forma natural, sacrificando-se também árvores centenárias. São abatidas. O asfalto tem sempre prioridade. A natureza é mero elemento decorativo. E por essa …

Leia mais »
Ecoturismo

A propósito de ecoturismo?

Com cada incêndio, o nosso país empobrece mais, muito mais do que nós conseguimos imaginar. Cada incêndio provoca uma avalanche de consequências. Mais CO2 na atmosfera faz subir as temperaturas. Ondas de calor, chuvas torrenciais, tempestades e erosão são as consequências das alterações climáticas, agravadas ainda mais e mais pelos incêndios. Com cada casa ardida aumenta o risco, e com isso o valor as apólices de seguros. É reduzida a diversidade da flora e da fauna. Sofre a agricultura e a silvicultura e aniquilam-se 
populações de abelhas. Com cada incêndio reduz-se o interesse em visitar essa região. Quando é que …

Leia mais »
lixo de latas

A natureza desconhece o que é o lixo

Eu, tu, ele, ela, nós, vós, eles. Neste preciso momento, todos estão a deitar algo fora. É fácil de dizer, não é? Deita ao lixo. Deita algo fora. Longe da vista, longe do coração. Quem vier a seguir que se amanhe. Ou talvez não? Estou na minha cozinha a arrumar as garrafas vazias do último mês. Oito garrafas de vinho e uma garrafa vazia de azeite. Este é o meu dia de ir até ao vidrão e arrumar a minha casa: casa de banho, quarto, sala, cozinha e escritório. Para o papel, encontrei uma solução minha, bastante prática, sobre a …

Leia mais »
Rota Vicentina

A caminho
(Rota Vicentina: 14 + um dia)

Via Algarviana – Rota Vicentina – Rota do Pescador Dia 1 – Aljezur – Odeceixe (18 km) Neste dia de abril, o tempo está como o conheço em abril: instável. Durante duas semanas, até ao dia de hoje, caminhei 250 quilómetros pela Via Algarviana, só adivinhando o Atlântico que se encontrava a pouca distância. Agora, o vento cheira ao sal e ao colorido que enfeita o meu caminho. Tenho pela frente mais 350 quilómetros, marcados com linhas no mapa das estradas, os quais inicio no Castelo de Aljezur assobiando-os a uma canção: Só onde estiveste a pé, estiveste mesmo presente. …

Leia mais »
mendigo em lisboa

Será que um Rendimento Básico Incondicional promove a RIQUEZA + LIBERDADE?

De 25 a 29 de setembro terá lugar, na Assembleia da República, o Congresso Mundial para o Rendimento Básico Incondicional (http://basicincome.org/), um evento que reúne cientistas e políticos para debater a concretização do mesmo. Um RENDIMENTO BÁSICO INCONDICIONAL? O que é isso? Como funciona, como poderá ser financiado, fará sentido economicamente – e principalmente – será socialmente justo? Nenhuma democracia forte se baseia em perdedores. A digitalização e automação, a descontinuação das energias fósseis, carvão, petróleo e gás, a emergência das energias renováveis e a robótica revolucionam o nosso mundo laboral. Irão destruir mais postos de trabalho a milhões de …

Leia mais »
Charlie Chaplin - Machine

Tempos modernos

Estamos no ano de 2020. Em Portugal, já ninguém tem de dormir na rua. Ninguém mais está na fila da sopa dos pobres das instituições de solidariedade social. Os mendigos desapareceram. O Rendimento Básico Incondicional do Estado Social do século XXI chegou ao sul da Europa. Portugal, o mais pequeno dos estados do sul da UE, decidiu garantir a todos os seus cidadãos um Rendimento Básico. Foi iniciado o projeto piloto da UE. O Primeiro Ministro António Costa e o seu governo que, depois das últimas eleições, passaram a deter uma maioria estável em coligação com o PAN no Parlamento, …

Leia mais »