Sexta-feira, Abril 20, 2018
pt-ptende
Inicio | Portugal

Portugal

Temos que nos preparar para um racionamento da água?

Teresa Fernandes, responsável pela Comunicação e Educação Ambiental da Águas do Algarve SA., empresa responsável pelo abastecimento de água na região, admite a possibilidade de escassez de água a médio, longo prazo mas, mesmo que não chova, garante que até final do ano não vai faltar água à população. A água está tornar-se uma espécie de ouro azul? Em meu entender a água é mais importante que o ouro, em qualquer parte do mundo, porque é insubstituível. Não conseguimos viver sem água. Ela é fundamental para a sobrevivência de todo o ser humano. Se eu não tiver petróleo, utilizo o …

Leia mais »
E uma dica para os praticantes de desporto: não compre mais garrafas PET descartáveis. Há garrafas reutilizáveis disponíveis nas lojas de desporto com várias capacidades, ½ litro, 1 litro e 1,5 litros, que se podem voltar a encher com água da torneira ou fonte...

20 Mandamentos para a gestão sustentável da água

Como podemos fazer parte do ciclo da água, usando a água sem abusar. Plante somente árvores e arbustos autóctones e em diversidade (tirar eucalyptus e acassia junto com raízes); Instale caleiras e cisternas para armazenar a água dos telhados; Pratique unicamente agricultura biológica (por exemplo em permacultura), não use químicos no jardim. Adube, por exemplo, com estrume de cabra ou cavalo; Não impermeabilize áreas no jardim e no quintal, por exemplo com placa de betão ou tela plástica. A água da chuva tem que se infiltrar no solo; Acabe com as monoculturas também no jardim. Intercale com sebes, ou deixe …

Leia mais »
Waterman Rajendra Singh

Desacelerar, distribuir e deixar infiltrar a água da chuva

Secas, desertificação, ondas de calor, cheias: as consequências das alterações climáticas agravam-se com os desequilíbrios na gestão da água a nível mundial. Em alguns pontos do globo há agricultores, iniciativas e proprietários que enfrentam esta ameaça com medidas simples e locais – e com sucesso. Todos seguem sempre o mesmo princípio: onde a chuva cai é onde ela se deve infiltrar no solo. Descentralizar em vez de centralizar. Um dos casos de sucesso é Tamera, no concelho de Odemira, Alentejo. Todos os seres vivos precisam de água. A disponibilidade de água em quantidade suficiente numa paisagem é que a valoriza …

Leia mais »
water

A água daqui, que falta ali…

ECO123 falou com a Administração da Região Hidrográfica do Algarve da Agência Portuguesa do Ambiente, em Faro. Há cinco serviços centrais em Portugal, os do Algarve, e os do Alentejo, Tejo, região norte e região centro. Os serviços de Faro são responsáveis pelo Algarve. O Ministério do Ambiente tem cinco objetivos estratégicos: Aumentar o nível de proteção, recuperação e valorização dos ecossistemas; aumentar o nível de proteção de pessoas e bens face a situações de risco; melhorar o conhecimento e a informação sobre o ambiente; reforçar a participação pública e assegurar o envolvimento das instituições; garantir a excelência no desempenho …

Leia mais »
poluição no rio tejo

Cor de café com leite

Pouca coisa na vida é preta e branca. No entanto, o rio Tejo dos nossos dias é-o. É preto num lado e branco no outro. Água transparente ao lado de água suja. Esta separação das águas a meio do rio não se deve a uma força maior no sentido clássico, divino do termo, mas sim no sentido bem mais contemporâneo: a poluição do rio Tejo deve-se às grandes indústrias de papel situadas à sua beira, em Vila Velha de Rodão. Até há pouco tempo ninguém teve a coragem de apontar o dedo aos grandes tubos que lançam água poluída a …

Leia mais »
agua de monchique

Atingimos uma produção de 74 milhões de litros

A água de Monchique é conhecida desde a presença romana na Península Ibérica. Com propriedades únicas, esta água de ‘sabor estranho’, como tem vindo a ser classificada por vários consumidores desde o inicio da sua comercialização, tornou-se recentemente sinónimo de qualidade e de bem estar. Depois de atravessar um período delicado em termos financeiros, a Sociedade da Água de Monchique, que detinha a concessão de exploração desde 1992, foi adquirida em 2010 pela WaterBunkers SGPS SA, sediada em Braga. Rapidamente passou de marca branca a uma espécie de produto gourmet. Foi também uma das últimas marcas resistentes às garrafas de …

Leia mais »
educação

Se preservarmos a natureza…

Quando eu era uma criança de oito anos de idade aprendi nas aulas de geografia, que na terra vivem quase três bilhões de pessoas. A quantidade de vidas que esse número representa, não tinha significado para mim. Hoje tenho mais 50 anos de idade e durante esse espaço de tempo a população mundial quase que triplicou. Será que é mesmo assim? Compreende, o que eu estou aqui a escrever e a tentar, eu próprio, compreender? Vivem agora neste nosso lindo planeta azul, a TERRA, sete bilhões e meio de pessoas. E o seu número não está a diminuir. Volto a …

Leia mais »
floresta autoctone

A natureza está viva!

Floresta autóctone Recentemente, uma página web ligada a acontecimentos atuais despertou a minha curiosidade jornalística. Tenho que acrescentar aqui que já só recomendo páginas web cujos autores se identificam com nome e endereço. Por princípio já não vejo idiotices anónimas. E faço o mesmo no caso dos telefonemas. Não dou atenção e não perco tempo com quem me telefona de um número anónimo. Por os impulsionadores desta página web agirem com transparência, telefonei-lhes e perguntei se estariam dispostos a falar comigo sobre qual a motivação que os levou a publicar essa página. Combinámos um almoço no Porto. Portanto comprei um …

Leia mais »
As escolas em tempos de desertificação

As escolas em tempos de desertificação

Nas zonas remotas é reduzida a oferta escolar, muitas escolas fecham. Os alunos são “aglomerados”, e têm que enfrentar um caminho escolar mais longo, distanciando-se das suas famílias. A vida no campo ainda se torna menos atrativa para as jovens famílias com filhos. Mudam-se, e a população escolar ainda fica mais reduzida. Que fazer? É a questão que se colocam os coordenadores educativos, os diretores e os pais. No Alentejo, as crianças são verdadeiros artistas a transformar a sua personalidade. Por exemplo o José Manuel*, de 12 anos de idade. Na quinta dos pais é rapaz do campo, capaz de …

Leia mais »
Pedrogão Grande

Como parar os incêndios florestais?

Comecemos esta história com uma curta retrospetiva. Em 2003 o país foi afetado por uma das maiores vagas de calor de sempre. A zona Centro, entre Lisboa, Leiria e Coimbra, foi a mais atingida pelos fogos. Com temperaturas de 30 graus celsius, uma humidade relativa de 30% e ventos com mais de 30 quilómetros hora, tornava-se evidente o perigo de incêndio extremo. Um perigo acrescido para as zonas rurais, não cultivadas e abandonadas pelos agricultores. A vegetação seca transformava-se um barril de pólvora. Um quarto da área florestal do Pinhal de Leiria ardeu e morreram 21 pessoas. Voltemos ao presente …

Leia mais »