Home | Destaque

Destaque

Um final feliz
com o Renault ZOE ZEN
ou como poupar 10.000 euros em gasolina em cinco anos

Há dez anos decidi livrar-me de todas as máquinas e de todos os motores que necessitassem de combustíveis fósseis. Na altura tinha um velho Renault Kangoo a gasolina, e ficava com má consciência quando comia carne. Os meus colegas da altura compraram carros novos. No entanto, eu hesitava sem saber como investir. Decidi tornar-me independente dos constrangimentos de uma sociedade baseada nos combustíveis fósseis. Tomei uma decisão fundamental, não comprei um carro novo. Continuei a andar no meu carro antigo de 1998, com a chapa toda marcada por pequenos toques, até ao ano de 2015 (880.000km). Não me importava o …

Read More »

Uma conversa no campo

Os ponteiros do relógio ainda não bateram as cinco horas neste belo dia de Verão que desperta, lentamente. Chega-me a informação. Devo encontrar-me com um grupo de cidadãos que decidiram pôr fim às monoculturas. Por isso, saio da cama às quatro horas da manhã e entro dentro da minha roupa. Chego a uma encruzilhada em terra de ninguém. Estacionei o carro em local seguro, há algum tempo atrás. O resto do caminho, percorri-o a pé. A dada altura, deixei a estrada alcatroada, virei num trilho de terra batida e segui-o até aos terraços, conquistados ao terreno por bulldozers. Esperei pelo …

Read More »

É difícil definir onde me sinto em casa

Lourdes Picareta | Cineasta Lourdes Picareta nasceu há 58 anos em Santa Iría, em plena planície alentejana. Terminou o 12º ano em Almada. Fala Português, Alemão, Francês, Espanhol, Inglês e Grego. Dois anos após o 25 de Abril, mudou-se de Portugal para a Alemanha para estudar História, Arte e Literatura Alemã em Mainz e Munique. Depois, começou a interessar-se pelo jornalismo, tendo ido para a televisão germânica, onde, até hoje, trabalha para vários canais da estação alemã ARD. Faz todos os anos três ou quatro documentários longos, dos quais muitos também são transmitidos pelo canal franco-alemão ARTE e pelo canal …

Read More »

Que floresta é esta?

Como seiva, ascendemos através dos quatro extratos de uma floresta. Vamos dos burocratas das instituições do Estado aos peritos apaixonados pela floresta. Vamos da visão dantesca do ‘eucaliptugal’ atual à paisagem da floresta frondosa que está para vir.   Solo Chama-se Quinta da Fonteireira, fica em Belas, e é um raro pulmão verde nos subúrbios da Linha de Sintra. Entre os oito e os dezoito anos, dormi ali, no Vale Escuro, mais de uma centena de noites. Nesse tempo dos escuteiros, usávamos a madeira abundante do eucalipto para construir mesas de jantar, abrigos para o material, armas para jogos. As …

Read More »

“Respiga”

Onde? Lisboa, sete da tarde. Pling! Uma mensagem chegou pelo Whatsapp: “Vens às compras?”. “Às compras” neste caso significa “respiga”, vasculhar contentores. A Wikipedia esclarece: “Dumpster Diving ou trashing é o termo usado para a ação de hackers que vasculham lixo.” Concretamente fazemos o seguinte: às 20 horas esperamos junto ao nosso supermercado biológico preferido, munidos de mochila, uma lanterna de fixar à cabeça e luvas. Depois de meia hora ouvimos os funcionários a retirar os contentores para a rua e esperamos a saída dos seguranças. “Boa noite, bom descanso!”, comentam. Vamos a isto! Retiramos os grandes sacos pretos dos …

Read More »

O eucalipto é uma espécie invasora?

Nem todos ambicionam só o crescimento económico. A floresta começa logo atrás da casa onde mora o senhor A. Praticamente vive com B, sua mulher, dentro da floresta, porque no seu terreno de um hectare crescem mais de 500 espécies de árvores: pinheiros mansos, sobreiros, medronheiros, salgueiros, amieiros e freixos, loureiros, bétulas e faias, oliveiras, cedros, castanheiros e muitas árvores de fruto. Cada árvore tem o seu espaço, a sua casa. Consta que a floresta é o paraíso para os habitantes terrestres. A pergunta-se a si próprio por que razão é que a silvicultura explora a Natureza de forma abusiva …

Read More »

Uma vida cheia de abundância

A agrofloresta é o primeiro sistema agroflorestal em diversidade e sustentável na história da humanidade. Desde a Pré-História, tem sido praticada uma forma de agrofloresta nos trópicos (Mesopotâmia), na qual os povos que habitam as florestas criam pequenas clareiras para substituir as plantas existentes por outras que oferecem alimento, fibras e substâncias medicinais à comunidade. E agora nos tempos modernos, nos anos 80, o hortelão Robert Hart adaptou as técnicas agroflorestais de tempos antigos para as aplicar num clima temperado e criou a primeira agrofloresta em clima temperado em 500 metros quadrados, na sua quinta em Shropshire, 120 km a …

Read More »

Construção-Destruição?
Foi iniciado o processo contra a EDP Distribuição Energia SA

Passaram 828 dias desde o último grande incêndio na serra de Monchique. Só agora, em meados de novembro de 2020, é que o processo judicial avança. Poder-se-ia dizer a passo de caracol. Este terceiro poder do Estado é independente. O arguido é a EDP Distribuição Energia SA, uma das empresas que estava ligada ao antigo monopolista e que parece estar sobrecarregada de trabalho. Transporta energia dos produtores até aos consumidores, consumidores estes que começam a virar as costas à EDP Comercial – agora chamada SU Eletricidade – para aderir a outros fornecedores livres, porque a UE assim o permite. E …

Read More »

As florestas, o nosso legado natural

Inspirado em  https://florestautoctone.webnode.pt/ Quando, em pensamento, recordo as minhas primeiras experiências, relembro a primeira vez que visitei uma floresta. Havia nela grandes e ancestrais árvores de grande porte, normalmente faias, carvalhos e pinheiros, cujas copas encobriam o solo macio debaixo dos meus pés. Aqui e ali uma bétula ou um olmo, árvores de vários tamanhos a partilhar aquele universo. Brincávamos às escondidas na floresta. Havia cavernas e formações rochosas cobertas com musgos. Na floresta a temperatura era agradavelmente fresca, o ambiente era húmido e por vezes também mais quente. Era acolhedor para mim. No final do verão as folhas começavam …

Read More »

Associação Milvoz

Manuel Malva nasceu em Coimbra em 1995, tendo sido incentivado desde cedo a apreciar os pequenos detalhes do mundo natural. Aos sete anos de idade começou a fotografar Natureza, particularmente aves, procurando posteriormente, e de forma autodidata, identificar as espécies fotografadas através de guias de identificação da avifauna europeia. Com o decorrer do tempo, alargou os seus interesses a outros grupos faunísticos, bem como à flora, estudando aprofundadamente a ecologia, comportamento e distribuição de um vasto leque de biodiversidade nacional. O fascínio pelas dinâmicas naturais e a vontade de aprender mais sobre o funcionamento dos ecossistemas levaram-no a frequentar a …

Read More »