Home | Mundo

Mundo

I have a dream

I have a dream

A Marcha do Sal de 1930… foi uma campanha de Mahatma Gandhi para quebrar o monopólio dos britânicos sobre a extração de sal, e viria a conduzir a Índia à independência da Grã-Bretanha. A Marcha do Sal foi a campanha mais espetacular que Gandhi iniciou, durante a sua luta pela independência. Esta ação pretendia incitar à revolta e protestar contra os impostos exagerados dos britânicos. Gandhi iniciou a sua marcha na sua residência, com 78 amigos, no dia 12 de março de 1930, para fazer 385 quilómetros até Dandi, junto ao Mar da Arábia. À chegada ao destino, após 24 …

Read More »

Heróis não aclamados

Se a população de Lisboa fosse dizimada em nove anos, como reagiríamos? Todos temos conhecimento da guerra na Síria, que tem vindo a destruir o país desde 2010, vitimando cerca de 500 000 cidadãos e forçando outros milhões a abandonar as suas casas, tornando-se refugiados. Nesta era dominada pelos media sociais de massas, podemos facilmente ficar insensíveis ao sofrimento de cidadãos que desconhecemos e que vivem em países distantes, mas na Escola Internacional de Aljezur, os professores e os pais interessam-se especialmente pelas notícias da Síria. Desde 2015, estão em contacto com Abdo Al Morie, o director do jardim de infância …

Read More »

Ecoaldeias a nível mundial

Soluções locais para problemas globais Na Global Ecovillage Network [Rede global de aldeias ecológicas] aliaram-se mundialmente, em rede, cerca de 10.000 projectos de aldeia e de comunidade. São comunidades de aldeias tradicionais, partes de cidade ou comunidades de vida fundadas conscientemente, que se decidiram conjuntamente por um caminho de sustentabilidade. Focam-se em cinco áreas: ecologia, sociologia, cultura, economia e formação. Seguidamente, apresentamos quatro destes projetos. Findhorn \ Escócia A Findhorn Foundation, na Escócia, é uma das aldeias ecológicas mais antigas. Em 17 de Novembro de 1962, Eileen Caddy, Peter Caddy e Dorothy Maclean, mudaram-se com a sua caravana e os …

Read More »

Greenpeace na Conferência Digital re:publica

Volker Gassner (l-r), porta-voz do Greenpeace da Alemanha, Jürgen Knirsch, especialista em comércio, e Stefan Krug, director da representação política Greenpeace Alemanha, falando em 2016/05/02 na re: publica em Berlim. A organização ambientalista anunciou na conferência de imprensa que tornou públicos os documentos secretos do Acordo de Livre Comércio e Investimento (TTIP, na sigla em inglês). Consulte o documento:

Read More »

Eco-aldeias a nível mundial

Soluções locais para problemas globais Por definição, uma ecoaldeia pode ser uma comunidade tradicional, um bairro ou comunidade intencional. Uma ecoaldeia na Europa ou na América do Norte surge, na maior parte das vezes, porque os seus habitantes querem viver em maior harmonia social ou ter um estilo de vida mais saudável. No Sul Global refere-se muitas vezes, de forma muito direta, à subsistência: à autosuficiência de alimentos, à proteção e subsistência em regiões em conflito ou a caminhos de saída da pobreza. Assim, desenvolveu-se uma cooperação mundial sobre as estratégias de sustentabilidade. Convidamo-lo para uma viagem por várias regiões …

Read More »
seat61

Viajar pelo mundo de comboio

O senhor Mark Smith fez de um hobby aventureiro a sua profissão. Desde a estacão de comboios de Marylebone até Buckinghamshire, a noroeste de Londres, onde ele vive com a sua mulher Nicolette, os seus dois filhos, Nathaniel (8) e Katelijn (6) assim como com Kater Phoenix, o seu comboio da companhia ferroviária de Chiltern Railways precisa de até 90 minutos para fazer 60 km. Antigamente, o próprio Mark trabalhava para a companhia de comboios britânica, hoje ele dá informações a todos os viajantes sobre todas as rotas dos caminhos- de-ferro do mundo. Quer viajar de Portugal para Inglaterra no …

Read More »
A escola na aldeia (Foto Jenner Zimmermann)

Índia todos os dias

5° Episódio A história de duas aldeias Moro há mais de quarenta anos na Índia. Desses anos, os últimos trinta na pequena cidade universitária Santiniketan, que fica a cerca de 150 quilómetros de Calcutá. Primeiro estudei lá, depois fiquei para traduzir de Bengali para alemão o importante poeta indiano Rabindranath Tagore. Aí traduzi as conversas da santidade Hindu Sri Ramakrishna, bem como escrevi e publiquei livros sobre o hinduismo e o diálogo das religiões. Há trinta anos, iniciei a construção de uma forma alternativa de ajuda ao desenvolvimento em duas aldeias tribais, em conjunto com jovens rapazes oriundos destas aldeias. …

Read More »
madans-avo-nepal

Índia todos os dias

4ª parte Madan fala sobre o seu avô Quando o Madan me visitou em Kalimpong, contou-me as histórias da sua infância. Perguntei e perguntei, e ele reviveu, através das suas histórias simples, dos seus gestos, das expressões na sua face, a sua aldeia montanhosa de Merangdi, no Nepal. A história sobre o seu avô foi a que mais me fascinou, e era assim: O avô era o dono da casa aldeã em que ele viveu com orgulho e contentamento. Tinha 84 anos. Bem, ele disse a Madan que tinha 84, e desde há um bom número de anos que dizia …

Read More »
viagem de comboio-Samiran-Nandy

Índia todos os dias

Parte 3 Refúgio Kalimpong*. – A cidade em Himalaya segura-se nas encostas como um sobrevivente numa falésia. Kalimpong expandiu-se, arrasta-se e rasteja para longe sobre todos os rochedos e desfiladeiros nas dobras distantes da paisagem. Contudo, afigura-se como uma pequena cidade alegre e charmosa. Kalimpong é o meu esconderijo indiano. Eu sempre suspiro quando me refiro ao meu quarto, que a Indira Bose, a minha senhoria, construiu para mim. Afastada da sua casa com inúmeros habitantes, abrigada de todos os olhares por uma encosta de um lado, e do outro por um denso arvoredo de bambu, lá se encontra a …

Read More »
Bolpur,

Índia todos os dias

Parte 2 Compra de sapatos e espírito de equipa – O Kamal (48) e eu conduzimos até à sapataria ao início da tarde – a esta hora premeditadamente porque muitos estão a almoçar e a descansar, e pelo menos não estão a conduzir. A estrada principal da uma vez pequena cidade de Bolpur, ao longo dos anos, tornou-se num caos de trânsito a tempo inteiro. Quando aqui cheguei em 1980, circulavam apenas bicicletas e autocarros nas estradas, apenas carros isolados, e nenhumas motorizadas, pois ainda não tinham sido fabricadas na Índia. Eu pedalava com regularmente até Calcutá, o Kamal trazia …

Read More »