Quinta-feira, Outubro 19, 2017
pt-ptende
Inicio | Notícias | Até ao fim do mundo

Até ao fim do mundo

A Via-Algarviana é um percurso pedestre de longa distância que um bom caminhante completa em quinze dias. O trilho não é verdadeiramente arriscado mas é conveniente que seja levado a sério. O percurso de duas semanas vai desde a fronteira espanhola até ao Cabo de São Vicente – uma travessia única – em cerca de 330 quilómetros.

É necessário estar em boas condições físicas, será vantajoso usar calçado adequado e levar apenas o essencial. Na mochila deve constar o básico, tendo em conta o peso que o caminhante possa suportar. Menos é mais.

Deve estar preparado para a chuva e para o sol. Trazer dois pares de meias, de tamanho adequado, já é uma base para a caminhada. A eventualidade de ficar com bolhas nos pés causa incómodo, queixas e aumenta a probabilidade de abandonar prematuramente a caminhada. Há que dividir bem as energias ao longo destes quinze dias.

A cada dia que passa os nossos dois pés assentam cada vez mais firmes. Isso gera autoconfiança. Um grupo bem guiado proporciona uma surpreendente experiência de auto consciência à maioria dos participantes. Quando subimos ao topo da Picota (776 metros de altitude) avistamos pela primeira vez a imagem do Cabo de São Vicente no horizonte.

Caminhamos através de montanhas e vales, rios e lagos, flora e fauna. Encontramos pastores, silvicultores e destiladores de medronho. Encontramos e observamos a Águia de Bonelli. Os aromas do rosmaninho, das laranjeiras em flor e das orquídeas silvestres perseguem-nos. Numa viagem no tempo e no espaço descobrimos a nossa lentidão natural. Quando chegamos ao fim do mundo as ondas do Atlântico quebram e batem nas falésias. Mar infinito. É difícil acreditar o que apenas duas pernas são capazes de mover.

Próxima caminhada guiada: 23 de Abril até 7 de Maio
www.via-algarviana.com
www.eco123.info

Check Also

Barco Eletrossolar | Alia ecologia à inovação

O Sunsailer 7.0 é o primeiro barco eletrossolar construído pela empresa SunConcept, em Olhão. O …

Deixar uma resposta