Sexta-feira, Maio 24, 2019
pt-ptende
Inicio | Notícias | Pão e circo para o povo

Pão e circo para o povo

Lavrar o Mar, o ambicioso projeto cultural dos encenadores Madalena Victorino e Giacomo Scalisi, vai iniciar a sua terceira temporada. É Pão e Circo para o povo da Costa Vicentina, em Aljezur, e da serra, em Monchique, fustigada pelos incêndios. A programação foi apresentada à imprensa – não por Manuel Marreiros e José Amarelinho, que foram depostos dos seus cargos pelos Tribunais pelos crimes de corrupção e peculato – mas sim pelo novo Presidente da Câmara de Aljezur, José Gonçalves, e pelo Presidente da Câmara de Monchique, Rui André.

A temporada deste projeto subsidiado pelo programa “Algarve365” foi aberta com a apresentação da peça “O fogo não tem quatro letras” na destilaria de medronho no Alferce, para um grupo muito restrito de pessoas. Em Monchique, espetáculos para grupos maiores têm que ser apresentados ao ar livre, quando o tempo o permite, já que a Casa do Povo, que tem uma plateia para 300 espetadores, há mais de dez anos que não abre portas. O Presidente da Câmara, Rui André, dá prioridade a outros projetos, não cumprindo a sua promessa feita em entrevista à ECO123 em 2016.

Tal como nos últimos dois anos, as noites na altura da passagem do ano prometem ser animadas. Virá gente, até de Lisboa, e que irá encher a tenda para 675 pessoas, para ver as acrobacias, recheadas de humor, do Circo Aïtal: de 6ª-feira, dia 28.12 a 2ª-feira, dia 31.12, às 21 horas, e 3ª-feira, dia 1 de janeiro de 2019, às 17 horas. Os bilhetes para adultos custam € 10 e para crianças até aos 12 anos € 5. É obrigatória a reserva, que possa ser feita na Biblioteca de Monchique, no posto dos CTT em Odeceixe ou online em www.lavraomar.bol.pt.

Nos cinco primeiros meses do ano, Lavrar o Mar também tem um programa em Aljezur: com malabarismo, música e medronho #2 e Les Voyages. Veja bem o programa em www.lavraromar.pt, e encontre as melhores datas para si. Divirta-se.

Check Also

plantas

As plantas do nosso caminho

Quando fazemos um passeio pelo campo estamos longe do valor das imensas plantas que habitam …

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.