Sábado, Julho 20, 2019
pt-ptende
Inicio | Notícias | ZERO EMISSÕES na AveiroBus?

ZERO EMISSÕES na AveiroBus?

Infelizmente, nada de novo no que respeita aos comboios. O ano está quase no fim e quem compra o seu bilhete de comboio da Covilhã para a Guarda (60 km) online, em www.cp.pt, tem que passar pelo Entroncamento e Coimbra B, fazendo um desvio de mais de 500 km, só porque, desde 2009, há uma ponte em Belmonte em risco de ruir. Mais vale ir de bicicleta. Será que já não há operários na CP que possam reparar uma ponte para que o comboio possa voltar a circular? Apesar de ter sido anunciado há dez anos, também esta linha de 60 km no início de 2019 não irá estar pronta. Na CP há muito que poderia funcionar melhor. Também poderiam voltar a disponibilizar o calculador para a emissão de CO₂ no website. Ou reabrir mais duas ligações a Espanha (Évora e Beja). É inacreditável que só se possa viajar para fora de Portugal por uma linha, e mesmo nessa, só uma vez por dia, ou seja, às 21h25 a partir de Santa Apolónia. E esse comboio noturno leva 13 horas para chegar a Madrid.

Ficámos a pensar que tudo iria ficar parado. Mas acabámos por receber uma boa notícia. Os primeiros três autocarros elétricos dos Transportes Municipais de Aveiro irão entrar em circulação. A Transdev aproveitou uma boa fatia do financiamento disponível em Bruxelas, e investiu o bom dinheiro na Caetano. Desta forma, pelo menos o dinheiro fica cá no país. Cada um dos autocarros transporta até 60 passageiros, e tem baterias com uma potência de 170 kW. Quanto tempo pode andar às voltas por dia não nos souberam dizer, e se os autocarros iriam ser carregados com energia solar ou eólica também não. Mas há-de chegar o dia em que a notícia de que a energia solar é um recurso gratuito, se terá espalhado por todo o lado. Porque, mesmo a eletricidade, não nasce nas tomadas.

Check Also

plantas

As plantas do nosso caminho

Quando fazemos um passeio pelo campo estamos longe do valor das imensas plantas que habitam …

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.