Quinta-feira, Outubro 19, 2017
pt-ptende
Inicio | Notícias | O Caminho das Ervas Aromáticas
caminhadas e encontros

O Caminho das Ervas Aromáticas
caminhadas e encontros

As caminhadas sensoriais para a descoberta das ervas aromáticas, este outono vão centrar-se nos percursos pelo Algarve. Estão planeados dois passeios pelo campo para melhorar os conhecimentos sobre as flores e ervas, um nos trilhos sobre as falésias, e outro na Serra de Monchique, banhada pelas suas fontes de água fresca.

Maureen Robertson e o seu parceiro José Melo propõem a locais e estrangeiros um abrandar do ritmo de vida englobado no processo de um caminhar consciente, para observar, tocar e respirar o mundo das plantas e ervas aromáticas nativas.

Maureen Robertson pratica medicina natural inspirada em Goethe, e é co-fundadora da “Scottish School of Herbal Medicine” e José Melo é médico xamânico. Os dois em conjunto criaram um curso e uma formação chamada “The Herbal Path” (o Caminho das Ervas Aromáticas) numa plantação abandonada de figueiras e oliveiras próxima de Barão de São Miguel, em Lagos, no Algarve.

Propõem-se três caminhadas, duas delas só de um dia, em que quem quiser pode experienciar um encontro mais profundo com a natureza em conjunto com Maureen e José.

O Caminho das Ervas Aromáticas caminhadas e encontros

O casal esteve um ano inteiro a preparar o espaço para os workshops, um estúdio de música, alojamentos e jardins. O jardim principal tem 13 canteiros para a produção de ervas aromáticas e para a horta. Uma roda de ervas aromáticas com doze metros de diâmetro, dividida em oito secções e com cerca de quarenta tipos de ervas aromáticas diferentes, permite ao visitante compreender a relação das plantas entre si e com os quatro elementos, quente, frio, seco e húmido, dentro dos pontos cardeais Norte, Sul, Este e Oeste. A maioria das plantas cresceram a partir de sementes biológicas ou biodinâmicas.

Maureen conta-nos: “Plantámos as ervas aromáticas relacionando-as com as suas qualidades. Por exemplo, a secção noroeste corresponde às ervas aromáticas frias e húmidas. Na secção sudeste estão plantadas as quentes e secas. Isso dá uma ideia da abordagem energética que uso na minha medicina. É uma roda didática.”

“É meu objetivo ter uma ligação com certas plantas, e quero partilhar essa capacidade com as pessoas que cá vêm, para que essas possam desenvolver a sua própria relação medicinal com as plantas.”

“Também estamos interessados em terapia musical, com música gravada na frequência de cura ressonante de 432Hz, já que o meu parceiro é músico. Muitas cerimónias xamânicas que usam plantas também incluem cantos xamânicos para transmitir às plantas uma vibração mais elevada, para a cura. Há muita ligação entre as plantas e a música.

As caminhadas abertas ao público apresentam as ervas aromáticas em diferentes ambientes. As ervas aromáticas cultivadas no jardim são uma das formas de compreender a Natureza e as propriedades das plantas. No cimo das falésias, as pessoas vão poder ver plantas que suportam melhor as condições de salinidade ou solos pantanosos. Em Monchique, o participante irá ver ervas aromáticas que crescem perto das fontes naturais. Pode tratar-se da mesma planta, mas a crescer numa diversidade de ambientes e apresentando-se de forma diferente.

Maureen conta-nos que “Este é um aspeto importante da obra de Goethe sobre os princípios da vida das plantas. Ele acreditava que, por termos todos uma origem cósmica, nós seríamos capazes de nos conectar à essência e às capacidades curadoras das plantas pela observação.”

As Caminhadas de Ervas Aromáticas

  • Sexta-feira, 27 de outubro de 2017 
    Trilho campestre 1 – Sagres Pelos trilhos sobre as falésias entre a Praia das Furnas e do Barranco
  • Sábado, 28 de outubro de 2017
    Caminhada de ervas aromáticas Melilotus Herb Farm, das 15 às 17 horas, preço: 10 Euros
  • Domingo, 29 de outubro de 2017
    Trilho campestre 2 – Serra de Monchique Recolha de águas frescas das fontes naturais e visita às piscinas naturais.
  • Dia à escolha
    Trilho campestre – dia à escolha – 35 Euros, inclui almoço vegetariano e transferes. Alojamento, disponível ao fim de semana, e sujeito a um pagamento adicional.

 

 

Maureen Robertson
theherbalpathinfo@gmail.com
www.theherbalpath.net
Tel: +351 930572989

Sue Hall

I am a writer, researcher and journalist, who dabbles in books, literary festivals, environment, sustainability, community development, history, food and travel. http://www.suehall.net/

Check Also

Greenpeace na Conferência Digital re:publica

Volker Gassner (l-r), porta-voz do Greenpeace da Alemanha, Jürgen Knirsch, especialista em comércio, e Stefan …

Deixar uma resposta