Home | JardBot | Nº 116 – Proteger o clima no sítio de Esgravatadouro – Caldas de Monchique
Participe ativamente no Jardim Botânico Florestal

Nº 116 – Proteger o clima no sítio de Esgravatadouro – Caldas de Monchique
Participe ativamente no Jardim Botânico Florestal

Sábado, dia 27 de Novembro de 2021.

Quando o inverno chega à Serra de Monchique, toda a vida passa a ter um ritmo mais lento. As primeiras chuvas amolecem a terra. É nessa altura que, todos os anos, voltamos a plantar floresta em biodiversidade nas áreas destruídas pelo incêndio florestal de 2018. É um grande desafio, e também uma prenda para as gerações vindouras. Preparámos muitas mudas diferentes no nosso pequeno viveiro, criando-as em vaso durante dois, três ou mais anos. Agora, é chegada a altura de encontrar o lugar indicado para cada uma das pequenas árvores. Cada lugar tem que ser cuidadosamente preparado, porque cada espécie tem necessidades específicas. Temos cá terras férteis, escuras e húmidas e outras com muita pedra e areia, ou barrentas, portanto, terras em que a água entra rapidamente até às camadas mais profundas e outras em que a água penetra devagar.

Participe na plantação de árvores e na instalação de uma rede de aspersores. O sítio de Esgravatadouro inclui locais quentes e frios, húmidos e secos, alguns deles protegidos do vento e outros mais expostos para a plantação das diferentes espécies. Por exemplo, há espécies que não toleram o vento e outras que são menos sensíveis. A árvore que plantarmos hoje deve poder viver alegremente durante muitas centenas de anos no local escolhido. Essa é a importante missão do Jardim Botânico Florestal. O local escolhido para cada árvore é-lhe destinado para sempre. As suas raízes devem poder segurar-se bem e ter acesso ao alimento que ela precisa para viver. Ao escolher o lugar para uma árvore temos em consideração todos os aspetos de que necessita para viver bem, aqui em Monchique. Gostaria de participar nessa aprendizagem e fazer parte da nossa equipa como voluntária ou voluntário?

Em breve, iniciaremos a instalação de toda a infraestrutura necessária. Iremos colocar a canalização para o sistema de aspersores, capaz de proteger o Jardim Botânico Florestal dos incêndios. Graças à campanha de crowdfunding da ECO123 de 2021 e aos donativos nacionais e estrangeiros angariámos os fundos necessários para investir na proteção da nova floresta. Toda a implementação será realizada durante os meses de dezembro, janeiro e fevereiro. Convidamos todos a participar ativamente neste projeto. Será providenciado um almoço vegetariano aos voluntários.

Iremos encontrar-nos sempre aos sábados, às nove horas da manhã, no Esgravatadouro, junto às Caldas de Monchique, e trabalhar para que a nossa floresta diversa fique para sempre protegida dos incêndios florestais. Pedimos aos participantes que se inscrevam até à quinta-feira anterior a cada sábado, por email, para; editor@eco123.info. Os trabalhos aos sábados no Jardim Botânico Florestal têm a duração de quatro horas. Existem quatro a seis vagas para voluntários nas duas equipas de trabalho e o número de participantes é limitado.

O Jardim Botânico Florestal é um projeto de proteção climática da cooperativa Esgravatadouro – Cooperativa do Ambiente CRL – que tem lugar aos sábados, das 9 às 13 horas no sítio de Esgravatadouro, junto às Caldas de Monchique. Plantamos carvalhos, faias, alfarrobeiras, pinheiros mansos, cedros, ciprestes, tílias, amieiros, freixos, nogueiras (também nogueiras-negras), castanheiros, salgueiros e muitas outras árvores autóctones e de fruto.

Apadrinhe, por exemplo, uma oliveira, e receba, como agradecimento, uma garrafa de azeite depois de cada safra. Participe no Jardim Botânico Florestal de Monchique. Temos muitas opções para se poder envolver neste projeto. Fale connosco sobre como alcançar a neutralidade climática.

Uwe Heitkamp (60)

jornalista de televisão formado, autor de livros e botânico por hobby, pai de dois filhos adultos, conhece Portugal há 30 anos, fundador da ECO123.
Traduções: Dina Adão,  João Medronho, Kathleen Becker
Fotos: Uwe Heitkamp

Check Also

Nº 123 – Ana Pêgo e o insustentável peso do lixo marinho

Sábado, dia 22 de janeiro de  2022. “As pessoas ouvem o problema, assustam-se com o …

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.