Quarta-feira, Maio 24, 2017
pt-ptende
Inicio | Portugal

Portugal

Será que um Rendimento Básico Incondicional promove a RIQUEZA + LIBERDADE?

mendigo em lisboa

De 25 a 29 de setembro terá lugar, na Assembleia da República, o Congresso Mundial para o Rendimento Básico Incondicional (http://basicincome.org/), um evento que reúne cientistas e políticos para debater a concretização do mesmo. Um RENDIMENTO BÁSICO INCONDICIONAL? O que é isso? Como funciona, como poderá ser financiado, fará sentido economicamente – e principalmente – será socialmente justo? Nenhuma democracia forte se baseia em perdedores. A digitalização e automação, a descontinuação das energias fósseis, carvão, petróleo e gás, a emergência das energias renováveis e a robótica revolucionam o nosso mundo laboral. Irão destruir mais postos de trabalho a milhões de …

Leia mais »

Qual é o valor da cultura?

Giacomo Scalisi

Poderá a cultura viver sem estar dependente de subsídios? Giacomo Scalisi trabalha há vários anos como ator, director artístico ou programador cultural e no seu percurso já colaborou em diferentes projetos, companhias de teatro e na organização de festivais internacionais. Em 1998 chegou a Portugal para integrar o Centro Cultural de Belém (CCB) como programador cultural de teatro e novo circo, de onde saiu em 2008. Atualmente tem os seus próprios projetos na área da produção artística. O italiano radicado em Portugal reconhece que a cultura depende de subsídios para subsistir mas salienta ser uma obrigação do Estado garantir o …

Leia mais »

António Vieira da Silva
Um cidadão tem direito a viver com o mínimo

Eleito o governante preferido dos portugueses pelo barómetro Eurosondagem no início deste ano, o Ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social considera o Rendimento Básico Incondicional (RBI) um tema apaixonante e desafiante mas mais próximo da utopia do que da realidade. José António Vieira da Silva, 65 anos, defende um modelo social regido pelo direito ao trabalho, ao respetivo subsídio de reforma, e receia que a aplicação do modelo RBI, que tem sido mais veiculado, possa criar uma sociedade ‘bipolar’ e dividida em duas classes. ECO123: No ano passado foi celebrado o centésimo aniversário sobre a criação deste Ministério. A …

Leia mais »

É necessário redefinir o sistema fiscal

Nazaré Cabral

Docente e investigadora do Centro de Investigação de Direito Económico, Financeiro e Fiscal (CIDEFF) da Faculdade de Direito de Lisboa, Nazaré Cabral desenvolve o seu trabalho, desde há duas décadas, em áreas como Segurança Social, Finanças Púbicas e União Económica e Monetária. É autora de uma obra considerável nestas áreas desde 2001 e faz parte da Comissão Científica do 17° Congresso BIEN. Considera o RBI como uma “medida apelativa”, mas é reticente quanto à sua implementação, considera ser necessário ponderar as “implicações que terá em relação ao trabalho” e o “impacto que poderá ter em termos da distribuição da riqueza”. …

Leia mais »

O Homem Nasce Para Criar …

Francisco Guerreiro

O Partido Pessoas Animais e Natureza (PAN) foi o único a colocar o Rendimento Básico Incondicional (RBI) no seu programa eleitoral e levou o tema à discussão na Assembleia da Republica. Francisco Guerreiro, Comissário político nacional do PAN, considera que o RBI tem todos os fundamentos para responder a um novo modelo económico. Ainda sem um projeto definido para a implementação, este partido tem promovido o debate parlamentar sobre esta matéria. ECO123: O RBI é, neste momento, uma aposta forte para o PAN? F.G.: É um debate que se quer na sociedade e em todos os partidos. Há quem defenda RBI’s …

Leia mais »

Dia de pagamento?

Rendimento diário menos de 5€

Uma longa fila de pessoas idosas aguarda nos Correios. Este cenário repete-se todos os meses. Mais de uma dúzia de pessoas estão ali, na fila, à espera da sua reforma. A maior parte delas recebe um valor bastante inferior a 400 euros. A entrega é em dinheiro, contado à vista de todos, antes de ser entregue em mãos. A funcionária dos Correios vai contando, dez, 20, 30 euros, cem, duzentos, trezentos euros, na presença da senhora reformada que, depois, coloca o maço de notas e algumas moedas no envelope, do qual tirara o talão de pagamento da Segurança Social. Em …

Leia mais »

Think Pink
Começar a Primavera com pratos saudáveis e vegan.

Sopa cremosa de beterraba e gengibre

Sopa cremosa de beterraba e gengibre [Sem glúten, sem leite, vegana] Entrada para 6 pessoas ingredientes: 500 g de beterraba fresca 200 g batata 1 cebola roxa cortada em pequenos cubos 2 dentes de alho 1 malagueta verde 50 g gengibre fresco picado 500 ml leite de coco biológico, creme de soja biológico ou leite de amêndoa 500 ml água raspa de casca e o sumo de dois limões biológicos 4 colheres de sopa de óleo de girassol ½ – 1 colher de chá de sal fino, uma pitada de cravinho e cominhos moídos, 1 folha de louro, pimenta preta …

Leia mais »

Os blogues vão à horta

O que fazem quatro bloggers, uma mercearia bio, uma agricultora e 10 convidados num maravilhoso dia de sol na Quinta das Seis Marias, no Sargaçal, Lagos? Provam que os frutos que se tratam com respeito são os que oferecem o melhor sabor final. No prato e no corpo. Por isso, de cesto na mão, quatro bloggers de cozinha descem à quinta para colher produtos que, juntamente com os da Mercearia Bio, hão-de reunir à mesa perto de 12 receitas confecionadas exclusivamente a partir de alimentos biológicos. Observar, colher, cheirar são gestos comuns em cada participante. As dúvidas sobre plantas como …

Leia mais »

A revitalização da herdade Horta do Zé

Está um fim de tarde fresco de Outono. As faces dos ouvintes são incessantemente aclaradas pela luz da fogueira. Contam e ouvem histórias sobre o rio Sado, sobre esta quinta e o seu jardim. Como seria este lugar há 50 anos, quando ainda reinavam estruturas feudais, e os trabalhadores rurais habitavam esta quinta com as suas famílias? E qual poderia ser o seu futuro? Os ramos largos de uma nogueira estendem-se sobre todos e dão um sentimento de aconchego. É como se os elfos dançassem sobre as cabeças dos ouvintes. Mas esperem: quem é que faz uma fogueira por baixo …

Leia mais »

Falar? Não, agir!

Eric Castaldo é o arquiteto do projeto planeado para um teleférico de Monchique até ao cume da Picota, a 776 metros de altitude. Vive há 44 anos em Portugal. É natural de França e casado com uma portuguesa. Têm dois filhos. Desde 2000 tem o seu próprio ateliê na aldeia. É aqui que exerce um trabalho que o tornou conhecido além fronteiras. Os seus clientes principais são os grupos Pestana, Oceânico e Vale do Lobo. A ECO123 conversou com ele no seu ateliê. É de um teleférico para a Picota que Monchique precisa? Ou será mais importante a remodelação ecológica …

Leia mais »