Terça-feira, Agosto 22, 2017
pt-ptende
Inicio | Portugal | Entrevistas (page 2)

Entrevistas

António Vieira da Silva
Um cidadão tem direito a viver com o mínimo

Eleito o governante preferido dos portugueses pelo barómetro Eurosondagem no início deste ano, o Ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social considera o Rendimento Básico Incondicional (RBI) um tema apaixonante e desafiante mas mais próximo da utopia do que da realidade. José António Vieira da Silva, 65 anos, defende um modelo social regido pelo direito ao trabalho, ao respetivo subsídio de reforma, e receia que a aplicação do modelo RBI, que tem sido mais veiculado, possa criar uma sociedade ‘bipolar’ e dividida em duas classes. ECO123: No ano passado foi celebrado o centésimo aniversário sobre a criação deste Ministério. A …

Leia mais »

É necessário redefinir o sistema fiscal

Nazaré Cabral

Docente e investigadora do Centro de Investigação de Direito Económico, Financeiro e Fiscal (CIDEFF) da Faculdade de Direito de Lisboa, Nazaré Cabral desenvolve o seu trabalho, desde há duas décadas, em áreas como Segurança Social, Finanças Púbicas e União Económica e Monetária. É autora de uma obra considerável nestas áreas desde 2001 e faz parte da Comissão Científica do 17° Congresso BIEN. Considera o RBI como uma “medida apelativa”, mas é reticente quanto à sua implementação, considera ser necessário ponderar as “implicações que terá em relação ao trabalho” e o “impacto que poderá ter em termos da distribuição da riqueza”. …

Leia mais »

O Homem Nasce Para Criar …

Francisco Guerreiro

O Partido Pessoas Animais e Natureza (PAN) foi o único a colocar o Rendimento Básico Incondicional (RBI) no seu programa eleitoral e levou o tema à discussão na Assembleia da Republica. Francisco Guerreiro, Comissário político nacional do PAN, considera que o RBI tem todos os fundamentos para responder a um novo modelo económico. Ainda sem um projeto definido para a implementação, este partido tem promovido o debate parlamentar sobre esta matéria. ECO123: O RBI é, neste momento, uma aposta forte para o PAN? F.G.: É um debate que se quer na sociedade e em todos os partidos. Há quem defenda RBI’s …

Leia mais »

Falar? Não, agir!

Eric Castaldo é o arquiteto do projeto planeado para um teleférico de Monchique até ao cume da Picota, a 776 metros de altitude. Vive há 44 anos em Portugal. É natural de França e casado com uma portuguesa. Têm dois filhos. Desde 2000 tem o seu próprio ateliê na aldeia. É aqui que exerce um trabalho que o tornou conhecido além fronteiras. Os seus clientes principais são os grupos Pestana, Oceânico e Vale do Lobo. A ECO123 conversou com ele no seu ateliê. É de um teleférico para a Picota que Monchique precisa? Ou será mais importante a remodelação ecológica …

Leia mais »

Pretendemos transformar as ruínas

Monchique é um dos concelhos do país que mais tem sofrido com a desertificação e, nos últimos 40 anos, a sua população baixou para metade tendo atualmente cerca de cinco mil habitantes. Para inverter a tendência de desertificação e garantir a sustentabilidade do concelho nas próximas décadas, o município algarvio tem apostado em incentivos para fixar e aumentar a população, com apoios à construção e reconstrução de imóveis, a isenção de taxas e tarifas municipais ou a oferta de projetos e apoio técnico a quem ali pretender fixar-se, entre outras iniciativas. Mas será que estas medidas têm sido suficientes para …

Leia mais »

Investir na eficácia energética da habitação

e descarbonizar a mobilidade O ano de 2016 foi o mais quente desde que se começou a medir a temperatura do planeta no século XIX. Os governos, a nível internacional, parecem começar a olhar para o problema de frente e depois dos acordos estabelecidos na COP 21, a COP 22 de Marraquexe acelerou a operacionalização dos processos por parte dos países envolvidos. José Mendes, o Secretário de Estado Adjunto e do Ambiente, explicou à ECO 123 o que está a ser feito em Portugal, e um pouco por todo o mundo, na tentativa de desacelerar o aquecimento global. Para além …

Leia mais »

Construção ecológica, vida saudável

Rolf Disch nasceu em 1944 e é arquiteto. Vive e trabalha em Friburgo, na Alemanha. Disch tornou-se famoso pela sua inovadora obra arquitetónica na área da construção de casas solares. Por essa razão recebeu, em 2003, o “Global Energy Award”. É o inventor e desenhador das casas “Energy Plus House”, Casas de Energia Positiva. Em 2009 foi galardoado com o “Utopia-Award”. As suas casas, os seus bairros e os seus edifícios de escritórios são neutros no que toca a emissões de CO2 e singulares na sua traça arquitetónica. Produzem mais energia do que gastam. A ECO123 visitou este pioneiro no …

Leia mais »

Encontra aquele lugar de paz em ti

Erika Dux (62), doutorada em Medicina pela Universidade de Dusseldórfia, Alemanha, e com várias formações adicionais, entre outras na escola sino-japonesa de Bo-Meridian-Shiatsu, vive há 32 anos em Portugal e trabalha como médica particular. Ela é mãe de três filhas, já adultas. Por que razão adoecem as pessoas? Não sei mesmo responder-lhe a essa pergunta. Quais são as origens das doenças? As pessoas ficam, por variadíssimas razões, com uma infeção, uma doença genética, um distúrbio no aparelho digestivo, ou são afetadas por exaustão, intoxicação, ou pelo meio ambiente, pelas habitações precárias. Como aborda uma doença? Como é o seu tratamento? …

Leia mais »

Recordar é viver

Käthe Tag | Nunca é tarde para aprender Käthe Tag nasceu na Alemanha, em 1938, é amante da natureza, e vive hoje no Sul do Alentejo, como alemã entre portugueses. Os seus quatro filhos, Sylvia, Oliver, Svea e Inês visitam-na regularmente. No início dos anos 60 viveu em Paris e em Londres, para aprender Francês e Inglês. Depois da morte prematura do seu marido, em 1981, começou várias formações no campo da medicina, e, depois, abriu o seu próprio consultório de medicina biológica no Sul da Alemanha. Mas chegou uma altura em que achou o país demasiado frio. Quando veio …

Leia mais »

O eremita

Marcelino Vicente | O Eremita de Barbelote Depois do inverno, na próxima primavera, chegará um momento digno de comemoração. No dia 30 de março Marcelino Zé Vicente fará 80 anos. Viveu durante 67 anos no Barbelote, uma pequena aldeia histórica em ruínas perto da Fóia, o cume da serra de Monchique. Há dez anos que vive só numa pequena casinha de pedra local. Quando, em 1949, os seus pais adquiram o terreno e subiram com as crianças, levaram também duas vacas, cinco porcos, uma dúzia de galinhas e coelhos. Viviam da agricultura, para consumo próprio e para comercializar. Era a …

Leia mais »